Analise Spider-Man: Miles Morales - Simplesmente Maravilhoso

6 Novembro, 2020 0 Por Joel Pinto

A titulo deste artigo não deixa espaço para duvidas, esta é a nossa análise ao novíssimo Spider-Man: Miles Morales. A análise foi realizada numa PlayStation 4, e ainda antes de dar a minha opinião sobre o jogo, fiquem já a saber que aguardo com muita expectativa para poder jogar a versão do jogo para a PlayStation 5.

Apesar de estarmos a alguns dias da chegada da consola de nova geração, este Miles Morales vem provar que a PS4 ainda tem muito para dar aos fãs de videojogos.

Em relação ao jogo em si, este não é só mais um jogo da saga Spider-Man... e se jogou ao titulo original, que foi lançado pela Insomniac Games no verão de 2018, vai perceber que estamos perante um jogo um pouco diferente, mas para melhor. Enquanto no anterior jogávamos com o famoso Peter Parker, em Miles Morales jogamos com Miles, um novo homem aranha, mais novo e com "super poderes". Um desses poderes é uma espécie de bio-electricidade, que basicamente permite ao Miles acumular/gerar electricidade, e com isso fazer pequenas maravilhas. Outra das novidades, é o facto dele se poder tornar invisível, que é algo muito útil em muitas situações.

Tal como no jogo original, Miles Morales é um jogo de mundo aberto, com um grande mapa cheio de pontos de interesse. O seu enredo principal leva cerca de 19 horas para terminar, mas temos uma grande quantidade de actividades paralelas que lhe vai fazer "perder" ainda mais tempo (provavelmente mais 4 ou 5 horas). Essas actividades basicamente são resolver pequenos crimes, recolher cápsulas do tempo e, é claro, resgatar gatos.

Este Miles Morales é Simplesmente Maravilhoso

Para ser simples, e directo, é incrivelmente divertido ser o Homem-Aranha. Na maioria dos jogos de mundo aberto, confesso que deixo as missões secundárias para segundo plano, mas em Miles Morales dá vontade de completa-las. Eu já tinha adorado o Spider Man de 2018, mas este supera, em muito, as minhas melhores expectativas.

Nesta nova aventura, a jogo começa com uma missão onde Miles, e Peter Parker, trabalham lado a lado, para impedir o nosso bem conhecido Rhino de fugir de um transporte para a prisão, e acima de tudo impedir que ele faça o que melhor faz, causar estragos. E é nesta fase que aprendemos os movimentos do Miles, e acredite que vai mesmo precisar... mesmo que tenha jogado ao primeiro jogo. É que apesar de contar com mesmos movimentos da aranha de Peter Parker, Miles Morales tem um fluxo diferente quando se trata de combate. Ambos podem misturar dois estilos diferentes de ataques, utilizar objectos, atirar teias contra os inimigos, etc... Com Peter sentia-se mais o contacto com o combate terrestre, e a força bruta nos lançamentos de objectos. Já Miles tem tudo isso, mas é ainda mais ágil, e leve, com maior foco no malabarismo. Alem disso, os seus novos poderes da "bio-electricidade", certamente dão aos seus ataques um ênfase especial, e acima de tudo algo realmente cativante.

Não é fácil fazer uma análise a um jogo tão maravilhoso sem entrar em spoilers, e é isso que estou a tentar fazer. Mas a nível gráfico este jogo vai fazer-lhe pensar se este é ou não o momento certo para comprar uma consola de nova geração. É que em termos gráficos este jogo para a PS4 é excelente, e do melhor que já assisti nesta consola da Sony.

Obviamente o jogo para a PS5 será melhor, com tempos de carregamento mais rápidos, e com ainda mais detalhes, mas a boa noticia é que se comprar o jogo para a PS4, terá direito à versão da PS5 gratuitamente (quando adquirir a consola).

O som é outra nota de grande destaque, e se tiveres um bom sistema de som, vais sentir toda a envolvência que este jogo te vai oferecer. Cada murro é um murro, cada teia lançada é uma só teia, todos os detalhes parecem ter sido pensados até ao mais pequeno pormenor, é que não falta rigorosamente nada.

Spider-Man: Miles Morales

Estava aqui a tentar arranjar um ponto menos positivo deste jogo para vos poder relatar, mas sinceramente, não há nada que possa apontar o dedo, e mais uma vez a Insomniac Games provou que sabe o que os jogadores gostam, e precisam... Mesmo na PlayStation 4 quando a PlayStation 5 já é uma realidade.

Analise Spider-Man: Miles Morales - Veredicto Final

Se és fã do Homem-Aranha não podes perder este jogo. Não esperes para ter a PlayStation 5 para o adquirir, já que para mim este é um dos melhores jogos já feitos para a PlayStation 4 (depois recebes o jogo gratuitamente na PlayStation 5). E considero um dos melhores jogos, não pelo simples facto de o jogo estar excelente a nível gráfico ou de som, mas sim porque estamos perante um jogo cheio de alma, e que faz o que um jogo deve fazer: Divertir. Sim, há muito que não me divertia tanto com um jogo, e este Spider-Man: Miles Morales fez isso muito bem.

Não me consigo lembrar da ultima vez que um jogo me fez ficar no sofá agarrado a um comando, com fones nos ouvidos, até às 5 da manha. Talvez a ultima vez isso tenha acontecido há 15 anos, mas o  Miles Morales conseguiu que se voltasse a repetir nos últimos dias.

Spider-Man: Miles Morales

Este jogo foi gentilmente cedido para análise pela PlayStation Portugal.