Será a nova PlayStation 5 "Slim" um bom negócio?

Será a nova PlayStation 5 "Slim" um bom negócio?

14 Outubro, 2023 0 Por Joel Pinto

Há alguns dias a Sony surpreendeu ao anunciar um novo modelo da PlayStation 5, que todos concordam em chamar de PlayStation 5 Slim. Mais fina, menos pesada, mas também mais prática, a consola traz muitas vantagens para seduzir os jogadores pouco antes das férias. Mas essas mudanças custam algumas modificações indesejadas.

Também deve saber que dentro de alguns meses, os jogadores não terão mais escolha. Acontece que as novas PlayStation 5 não são novidades na gama, mas sim uma substituição pura e simples das consolas que conhecemos há 3 anos. Então, devemos optar pela nova versão ou apressar-nos e comprar a antiga? Vamos tentar fazer um balanço.

O primeiro ponto a ter em conta é que pouco adianta investir nesta nova consola se tiver a antiga. Nada muda em termos de potência, acessibilidade ou mesmo compatibilidade com acessórios ou jogos. As principais mudanças ficam na parte externa do aparelho, em termos de design.

Primeiro, a PlayStation 5 perde algumas gramas na balança. Quando foi lançada, a máquina da Sony surpreendeu pela aparência áspera e pelo seu peso de 4,5 kg. Isto foi melhorado duas vezes nos últimos três anos para finalmente chegar aos 3,9 kg para a versão clássica e 3,4 kg para a consola digital. A boa notícia é que os novos modelos serão significativamente mais leves, mas também menores. A Sony justifica uma perda de peso superior a 30%, elevando a consola para 3,2 kg na versão clássica e apenas 2,6 kg na versão digital.

Não é portanto uma PS5 Slim mas as suas especificidades são muito próximas. Também no tamanho, os novos modelos vão de 39cm a 35,8cm de altura e de 26cm a 21,6cm de profundidade. A largura varia dependendo da versão, 9,6 cm para a PlayStation 5 clássica (anteriormente 10,4 cm) e 8 cm para a PS5 digital (contra 9,2 anteriormente).

Só pelo trabalho na sua presença imponente, o novo lote da Sony merece toda a nossa atenção. Isso não será suficiente para convencer os jogadores a comprá-la, porém, vemos que a PlayStation 5 não tem mais nada que intimide ninguém.

Acessórios: cada vez menos é mais

Como de costume, se comprar uma consola, na caixa é oferecido um comando, bem como os cabos necessários para o seu funcionamento. No entanto, haverá uma grande ausência quando as novas PS5s forem comercializados. A falta do suporte vertical é certamente o ponto mais contestado destas novas consolas. Menos acessórios incluídos na caixa sempre significam mais dinheiro potencial nos cofres da Sony e isso é assunto de debate.

Para instalar a sua consola na posição vertical terá de pagar a quantia de 30€ além do preço da consola em si. A nova base tem design reformulado, mais sóbrio e elegante. A boa notícia é que ele é compatível com todas as versões da consola, então pode comprá-lo mesmo se já possuir o modelo antigo. Para posicioná-lo na horizontal será necessário utilizar o “suporte” integrado que parece mais frágil que o método praticado atualmente.

Não temos conhecimento da durabilidade desses dois novos suportes, portanto não poderemos fazer comparação. Se, no entanto, pretende uma ferramenta que lhe permita passar de uma posição para outra num espaço de tempo muito curto e sobretudo com um custo inferior, aconselhamo-lo a optar pela versão atual da PlayStation 5 que é muito mais versátil nesse nível.

Unidade de disco ou não?

A grande vantagem das novas PS5s continua a ser a drive de disco removível. Existem agora quatro painéis frontais separados, com a parte superior a assumir uma aparência brilhante, enquanto a parte inferior permanece fosca. A separação visual estará presente nos dois tipos de consolas. O leitor de disco custa €119,99. Para ter uma PS5 no topo da versatilidade terá portanto de pagar 569,99€, ou mais 20€ que uma PS5 clássica com leitor integrado e não removível.

Isto levanta questões relativas à personalização, que deverão ser abordadas em comunicações futuras da Sony. No entanto, sabemos que as frentes estarão disponíveis nas cores preto fosco, vermelho vulcânico, azul cobalto e prata esterlina, que fazem parte da coleção Deep Earth recentemente revelada.

Mais jogos por menos na PlayStation 5 Slim

O armazenamento é um dos pontos em que a Sony está a recuperar-se sem consequências negativas. Na verdade, a empresa ouviu as reclamações da sua comunidade e agora fornece consolas com 1 TB de armazenamento SSD, como foi o caso da PS4 Pro, enquanto a PS5 atual conta com apenas 825GB de armazenamento (efetivo em 665 GB). Um espaço razoável, mas ainda insuficiente quando se joga vários AAA ao mesmo tempo.

Será sempre possível aumentar esse aspeto graças a um SSD M2, para que os jogadores não percam absolutamente nada na mudança. Finalmente, com a sua nova gama PS5, a Sony conseguiu um equilíbrio bastante inteligente, que continua a ser mais ou menos vantajoso para os jogadores, mas não nos mesmos pontos de antes. Com a sua nova aparência, a consola abre as suas portas para um público ainda maior, ao mesmo tempo em que atrai críticas de ex-jogadores.

Tudo dependerá portanto da sua utilização, do espaço que dispõe ou se já possui uma consola ou não. Mas as novas PlayStation 5 destacam-se por serem mais práticas do que nunca, tudo por alguns euros extra: 50€ no total se incluirmos o leitor de discos e o suporte vertical. Recorde-se que a data de lançamento ainda não foi definida, mas o novo modelo não deverá estar disponível antes do final do ano em Portugal, enquanto a atual PlayStation 5 continuará a ser vendido até durarem os stocks.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook, no, Threads, do Instagram, do BlueSky e do X? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

Joel Pinto

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.