Windows Subsystem for Android mostra-se na Microsoft Store

Windows Subsystem for Android mostra-se na Microsoft Store

4 Setembro, 2021 Não Por Sandro Sotto

A Microsoft publicou o Windows Subsystem for Android na Microsoft Store, que será a base para a execução de aplicações Android no seu novo sistema operativo, o Windows 11.

A possibilidade de usar aplicações Android no sistema operativo estará ausente no início do seu lançamento, que acontecerá a 5 de Outubro. Ele será baseado no subsistema Windows para Linux, que está a fazer uma aparição tímida na Microsoft Store.

Neste ponto, é basicamente um espaço reservado na Microsoft Store, e se a sua descoberta é recente, a sua presença é, no entanto, mais antiga. Não há nada a esperar, alem de uma instalação numa versão prévia do Windows 11, sabendo que a sua instalação no Windows 10 não é possível.

Para os requisitos mínimos do sistema, é feita menção ao Windows 10 versão 22000.0 ou superior, bem como de uma Xbox One. Provavelmente ocorreu um erro, pois as compilações 22000.xxx são para o Windows 11 e não para Windows 10.

Quanto à menção ao Xbox One, deve ser vista com cautela, pois ao mesmo tempo é especificada uma configuração para PC, como tal, não deverá haver aplicações Android nas consolas Xbox.

A Microsoft Store enfatiza o dever de confidencialidade, pedindo para não fazer capturas de ecrã ou comunicar sobre o conteúdo. Um aviso, sem dúvida, destinado aos funcionários da Microsoft, como parte de um teste interno.

Windows Subsystem for Android

Windows Subsystem for Android já está na Microsoft Store


O Windows 10 actualmente tem um subsistema Windows for Linux (WSL), que é uma camada de compatibilidade para a execução de aplicações Linux, aproveitando a virtualização Hyper-V e um kernel Linux completo. O Windows Subsystem for Android é uma estrutura adicional baseada nesse mesmo subsistema.

Entre alguns elementos divulgados pela Microsoft, está a criação de uma aplicação proxy nativa associando o modelo para aplicações Android e aquele para aplicações Windows, para gestão no shell do Windows.

A Microsoft também destacou o uso da tecnologia Intel Bridge para traduzir aplicações Android compilados para outras plataformas em instruções x86, e uma parceria com a Amazon para integrar a sua Amazon Appstore na Microsoft Store.

FONTE