Valve resolve a maior dor de cabeça do Steam Deck

Valve resolve a maior dor de cabeça do Steam Deck

27 Setembro, 2021 Não Por Joel Pinto

Recentemente a Valve anunciou ao mundo o Steam Deck, uma nova consola portátil, bem ao estilo da Nintendo Switch, mas que contará com a capacidade de executar jogos de PC. Agora, essa consola acaba de receber suporte para um grande sistema anti-cheat, e ainda antes da consola chegar ao mercado.

Assim, o Steam Deck contará com suporte para o BattlEye e para o Easy Anti-Cheat (EAC), dois dos melhores sistema anti-cheat que o mercado tem para oferecer. Para quem não conhece, o BattlEye é famoso por ser utilizado por alguns dos jogos de tiros mais competitivos, e populares, da actual geração, incluindo o "Destiny 2", "PlayerUnknown's Battlegrounds" e até o "Rainbow Six Siege."

O BattlEye foi capaz de ser suportado no Steam Deck porque além de executar em MacOS e Linux, ele também oferece suporte total para Wine e Proton. O último é usado no SteamOS, o sistema operativo baseado em Linux, que é utilizada na consola portátil da Valve.

Steam Deck

Steam Deck com suporte para os BattlEye e para o Easy Anti-Cheat (EAC)

Quanto ao EAC, é conhecido pela sua utilização no "Halo" e no "Apex Legends", e também deve ser executado no Steam Deck quase sem problemas.

Isso significa que os programadores de jogos pode escolher permitir a medido anti-cheat, para os seus jogos, a seu próprio critério.

No entanto, não se entusiasme em demasia, já que muitos dos jogos com suporte para BattlEye e EAC sofreram de grandes problemas de cheating, no PC, nos últimos anos, e apesar de apanhar alguns batoteiros, apanha-los a todos continuará a ser uma tarefa quase impossível.