Samsung deixará de produzir ecrãs LCD ainda este ano

Samsung deixará de produzir ecrãs LCD ainda este ano

1 Abril, 2020 0 Por Joel Pinto

A tecnologia LCD merece uma salva de palmas pela sua longevidade num mercado concorrido. Os ecrãs de cristal líquido existem há décadas, e a maioria dos televisores vendidos ainda é baseada nessa tecnologia. Mas a concorrência está a crescer, os preços dos painéis OLED estão cada vez mais baixos, portanto, são um grande concorrente mesmo no segmento de gama média. Como tal, não deverá ser surpresa para alguns de vós, se afirmar que a Samsung Display anunciou que abandonará toda a produção de LCD ainda durante este ano.

Ecrãs LCD com os dias contados para a Samsung

As primeiras linhas de produção foram encerradas em Outubro de 2019 porque as solicitações eram simplesmente muito baixas. Além disso, a Samsung já está a avançar com novas tecnologias: em primeiro lugar, existe o micro LED, que os sul-coreanos vêem como a tecnologia de futuro. De momento, no entanto, a produção ainda é muito cara para abastecer o mercado. Por outro lado, a Samsung está a trabalhar em displays OLED com pontos quânticos.

Agora, a Samsung também forneceu aos parceiros painéis LCD. O problema, no entanto, é que a concorrência da China diminui os preços dos sul-coreanos e, assim, “rouba” os clientes em potencial. A Samsung planeia investir fortemente nos próximos cinco anos para produzir aquilo que eles chamam de ecrãs quânticos – mas ainda existem muitos detalhes sobre a estrutura técnica exacta, que ainda está em aberto.

No entanto, não é apenas a Samsung que está abandonar a produção de LCD. A LG também planeia deixar de fabricar esses mesmos painéis, na Coreia do Sul, antes do final do corrente ano.

 

FONTE