Huawei prepara-se para vender a Honor por quase 13 biliões de euros

Huawei prepara-se para vender a Honor por quase 13 biliões de euros

10 Novembro, 2020 0 Por Joel Pinto

Ontem revelamos aqui novas informações sobre uma suposta venda da Honor por parte da Huawei. Hoje, a Reuters vai um pouco mais longe e afirma que a gigante da China prepara-se mesmo para anunciar a venda da sua subsidiária por 100 biliões de yuans, ou seja, cerca de 12,79 biliões de euros. O comprador? Segundo está a ser revelado, será a Digital China que é apoiada pela governo local de Shenzhen.

A transacção seria feita exclusivamente em dinheiro. E praticamente todos os activos de Honor estão incluídos, como a marca, pesquisa, desenvolvimento e gestão da cadeia de suprimentos. A Huawei poderia anunciar esta venda já no próximo domingo.

A Digital China, actual principal distribuidora da Honor, passaria assim a ser uma das duas principais accionistas da entidade Honor Terminal, com uma participação de quase 15%. O Honor Terminal foi criada em Abril, e é uma entidade de propriedade integral da Huawei, até aos dias de hoje.

Huawei terá vendido a Honor por 100 biliões de yuans

Após a venda, a Honor planeia reter a maior parte da sua equipa administrativa, e continuar a contar com os seus mais de 7000 funcionários.

Para quem não sabe, a Honor é uma empresa que foi fundada em 2013. O grupo tem actualmente a Huawei como proprietária, mas opera de forma independente da mesma. No entanto, como a Huawei tem lutando contra as diversas restrições dos EUA, a Honor acaba por sofrer do mesmo mal. Os Estados Unidos acusam a empresa de espiar em nome do governo da China, e por esse motivo, proibiram grupos americanos de trabalhar com a empresa.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.