Há um novo formato semelhante ao MicroSD mas com desempenho muito superior

Há um novo formato semelhante ao MicroSD mas com desempenho muito superior

27 Junho, 2022 0 Por Joel Pinto

A Kioxia, uma multinacional do Japão e que é controlada pela Toshiba Memory Holdings Corporation, anunciou um novo dispositivo de armazenamento que promete substituir os MicroSD que todos conhecemos, e estou a falar do XFMEXPRESS. A grande vantagem? Tem desempenho muito semelhante ao dos SSD.

Hoje em dia, em comparação com há alguns anos, temos cada vez menos smartphones que oferecem a possibilidade de expandir a memória interna através de um cartão MicroSD, isso deve-se, em grande parte, à queda nos preços dos componentes montados nos telefones, mas também ao aumento da capacidade armazenamento interno de dispositivos. No entanto, também deve ser considerado que os MicroSDs não tiveram um crescimento do ponto de vista tecnológico que acompanhasse o resto da tecnologia presente nos smartphones. Se de facto o espaço de armazenamento disponível aumentou ao longo do tempo, o mesmo não pode ser dito para as velocidades de escrita e leitura.

O novo XT2 é um dispositivo de armazenamento NVMe ligado a PCIe removível que, segundo a Kioxia, "melhorará as aplicações móveis e integradas de próxima geração".

A nova tecnologia, portanto, permite um dispositivo de armazenamento removível de tamanho semelhante a de um cartão MicroSD (18 x 14 x 1,4 vs 14 x 11 x 1), com um conector semelhante ao actualmente utilizado em smartphones para cartões nano SIM. O XT2 deve ter um preço competitivo em comparação com as soluções SSD actuais, com capacidades de armazenamento de 128GB a 1TB: as velocidades de leitura e gravação devem exceder os 2500Mbps e 650Mbps, respectivamente.

MicroSD

Conseguirá o XFMEXPRESS substituir o MicroSD?

Tudo muito interessante até agora, mas será preciso ver se, e em que medida, esse novo formato conseguirá entrar no mercado. Tudo isto faz lembrar o que a Huawei revelou em 2018, que nada mais foi do que um novo formato proprietário, o NM Card (Nano Memory Card), que muito provavelmente foi pensado para substituir o padrão MicroSD mas, quatro anos depois, sabemos que não foi exactamente isso que aconteceu.

Portanto, será necessário ver se o mercado realmente precisará de um novo factor de forma entre os meios de armazenamento removíveis, talvez a Kioxia avance para sectores de nicho (câmaras, servidores, etc.) que, no entanto, dificilmente conseguirão sustentar tal crescimento em mercado para substituir o actual formato MicroSD.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.