Comissão Europeia adia decisão sobre aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft

Comissão Europeia adia decisão sobre aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft

17 Março, 2023 0 Por Joel Pinto

Todos sabem que a Microsoft ainda aguarda pela validação, ou não, das 3 principais entidades antitrust sobre a aquisição da Activision Blizzard. Se em muitos mercados essa aquisição já foi aprovada, a verdade é que na Comissão Europeia, nos Estados Unidos e no Reino Unido, essa decisão ainda foi tomada.

Tudo apontava para que a Comissão Europeia revelasse a sua decisão daqui a pouco mais de um mês, a 25 de abril de 2023, que é o final da data legal dessa situação. No entanto, novas informações dão conta de que essa situação tivesse sido adiada, e agora está agendada para 22 de maio, pouco menos de 1 mês após essa data.

A verdade é que a Microsoft continua os seus esforços para tentar sensibilizar as entidades de que o negócio não ira prejudicar os jogadores, e que os jogos ficarão disponíveis em diversas plataformas.

“Nós mantivemos a nossa promessa de trazer Call of Duty para mais jogadores em mais dispositivos, firmando acordos para trazer o jogo para a consola Nintendo e os serviços de streaming de jogos em nuvem oferecidos pela Nvidia, Boosteroid e Ubitus, disse um porta-voz da Microsoft à Reuters.

Decisão Europeia só a 22 de maio

Se tivermos em consideração ao que foi anteriormente revelado pela Reuters, é improvável que a Comissão Europeia exija vendas de ativos como parte do seu processo de aprovação para o acordo.

Três pessoas familiarizadas com o assunto afirmaram que a disposição da fabricante da Xbox de oferecer acordos de licenciamento de jogos aos rivais provavelmente irá resolver as preocupações antitrust da UE.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook, no, Threads, do Instagram, do BlueSky e do X? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

Joel Pinto

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.