Android: Aplicação Google Mensagens vai deixar de funcionar em milhões de smartphones

Android: Aplicação Google Mensagens vai deixar de funcionar em milhões de smartphones

20 Janeiro, 2021 0 Por Joel Pinto

A famosa aplicação de mensagens da Google para os smartphones Android, a Google Mensagens, vai deixar de funcionar em smartphones não certificados já a partir do próximo dia 31 de março de 2021. Aqueles com esse tipo de smartphone vão precisar de escolher outra aplicação para enviar e/ou receber mensagens.

O pessoal do XDA fez uma pesquisa no código da aplicação, com a atualização 7.2.203, e descobriu que a mesmo deixará de dar suporte aos smartphones Android não certificados. Uma das linha diz o seguinte:

"Em 31 de março, o Mensagens deixará de funcionar em dispositivos não certificados, incluindo este."

Atualmente, não há qualquer explicação oficial para este movimento, mas é possível que isso esteja relacionado ao RCS. Que para quem não sabe, o RCS é o sucessor do SMS e oferece suporte de criptografia de ponta a ponta, e a Google provavelmente está preocupada com o comportamento dos smartphones Android que não possuem certificação. A falta dessa certificação poderá comprometer, de diversas formas, a segurança do RCS e das conversas.

mensagens da Google

Aplicação de Mensagens da Google deixa de funcionar em telefones não certificados

Se está na duvida sobre o que é, ou não, um smartphone Android com/sem certificação, isso é fácil de perceber. Todos aqueles equipamentos que saem de fábrica com as aplicações, e serviços, da Google, é um claro sinal de que ele é certificado. Isso significa que a grande maioria dos utilizadores não se terá de se preocupar com esta situação.

No entanto, se é um utilizador de um smartphone mais recente da Huawei, ZTE ou da Honor, vai ser um dos afetados. E o mesmo é válido para todos aqueles utilizadores que utilizam ROMs personalizadas, já que aí também não há certificação.

FONTE

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.