O que é uma VPN? Para que serve? Podemos/Devemos usar?

O que é uma VPN? Para que serve? Podemos/Devemos usar?

26 Fevereiro, 2020 2 Por Joel Pinto

Cada vez mais, e por diversas razões, ouvimos falar em VPN (Rede Virtual Privada), mas a sua operação continua a ser um mistério para muitos utilizadores. Vou tentar de um forma clara, e célere, explicar melhor essa ferramenta que agora interessa ao público em geral.

VPN: Tudo o que precisa de saber

Numa configuração básica, sem VPN, o seu dispositivo (seja smartphone, PC, etc) estabelece uma ligação directa com os servidores de um operador de Internet (ISP). Esse por sua vez redireciona-o para provedores de conteúdo e serviços como a Google, Facebook, Amazon, etc.. No entanto, os seus dados não estão protegidos, eles transitarão de forma clara e poderão ser interceptados por terceiros.

Com uma VPN, a operação é diferente. Um “túnel” seguro é criado entre o cliente (o seu dispositivo) e o provedor de conteúdo. Os dados que fluem nos pacotes são criptografados através de um processo de encapsulamento. Dessa forma, mesmo que um utilizador mal intencionado consiga interceptá-los, eles permanecerão inutilizáveis. Além disso, conforme os dados fluem através de servidores de terceiros, o seu endereço IP (que identifica automaticamente cada máquina numa rede IP) fica oculto para proteger, e deixar, a sua identidade como anónima. De uma forma quase geral, o interesse de uma VPN é melhorar a segurança, e a privacidade, dos utilizadores na Internet. Uma escolha essencial, especialmente se for levado a usar hotspots públicos cuja segurança deixa a maior parte do tempo a desejar.

Tenha cuidado, porém, nem todas as VPNs são iguais. Se a confidencialidade for algo realmente muito importante para si, certifique-se de escolher um serviço que não mantenha o registo de actividade dos seus utilizadores, e isso nunca, e volto a referir, NUNCA é possível com um serviço de VPN gratuito. Esses serviços gratuitos normalmente exploraram os seus dados pessoais para direcioná-lo a publicidade, ou até mesmo, revender informações sobre si a terceiros. Outro elemento a ter em conta, o número de dispositivos que podem ser ligados em simultâneo. O utilizador também deve verificar os protocolos de criptografia usados. As boas VPN usam um sistema AES (Advanced Encryption Standard) com chaves de 256 bits, complementadas por um protocolo IKEv2 / IPsec, que na minha opinião é o sistema mais eficiente.

Por isso tenham muita atenção quando usam uma VPN, especialmente quando é uma VPN gratuita, que vemos muitas vezes em diversas lojas de aplicações virtuais, como a Play Store. A disponibilização desse serviço de forma gratuita tem um preço… e por vezes é um preço alto demais, por isso muito cuidado, e pensem duas vezes antes de usar um serviço desse, e para que tipo de efeitos o usam.

Se agora se estão a questionar que serviço de VPN recomendo, a minha resposta é não sei. Sei que os serviços gratuitos não os recomendo de todo, e no mercado existem inúmeras empresas que vendem serviços de VPN. Procurem aqueles que melhor se adequém às vossas necessidade, e desconfiem sempre quando é barato de mais. Pagar por um serviço que ainda utiliza os vossos dados pessoais, é pior do que usar um serviço gratuito.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.