NASA anuncia a presença de água na Lua

NASA anuncia a presença de água na Lua

26 Outubro, 2020 0 Por Joel Pinto

A NASA anunciou há instantes ter descoberto a existência de água no superfície lunar. O Observatório Estratosférico de Astronomia Infra-Vermelha (SOFIA), instalado a bordo de um Boeing 747SP que realiza voos estratosféricos, foi capaz de confirmar a presença de moléculas de água (H2O) na cratera Clavius, localizada no face visível da Lua, que é visível da Terra.

Observações anteriores da superfície da Lua identificaram uma forma de hidrogénio, indistinguível da água ou hidroxila (OH). A SOFIA conseguiu melhorar essa análise e determinar que era mesmo água, na ordem de 345 mililitros (uma garrafa de água das pequenas) por metro cúbico, neste local.

"Agora sabemos que está lá" , disse Paul Hertz, director da divisão de astrofísica do directório de missões científicas da NASA. "Esta descoberta desafia a nossa compreensão da superfície lunar e levanta questões intrigantes sobre os recursos de que precisamos para a exploração do espaço profundo."

NASA descobre água na superfície da lua iluminada pelo sol

Essa presença de água não significa que a Lua possa ser colonizada facilmente. Há cem vezes mais água no Deserto do Saara do que aquela que SOFIA detectou na Lua. Mas mesmo com um volume muito baixo, essa presença de H2O no nosso satélite natural permite pensar em novas opções para as próximas viagens do homem à Lua.

Além disso, um estudo publicado na Nature fala em “armadilhas frias”, microcrateras que retêm água gelada a 160 graus Celsius negativos. “Dezenas de biliões” dessas crateras estão presentes na lua. Somando todos esses mananciais, isso representa uma área total de água de 40.000 km2 que ali se concentra, mais da metade no Pólo Sul.

SOFIA

Essas descobertas surgem a montante da missão Artemis III, que enviará um homem, e uma mulher, à Lua em 2024. A agência espacial quer estabelecer uma presença humana duradoura, por lá, até ao final da década: água em Clavius poderia permitir uma implantação mais fácil. Se for possível aproveitar os recursos da Lua, em vez de água, as missões serão capazes de transportar mais outros tipos de materiais e equipamentos.

FONTE

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.