Microsoft disposta a recorrer aos tribunais caso as entidades reguladoras chumbem a compra da Activision-Blizzard

Microsoft disposta a recorrer aos tribunais caso as entidades reguladoras chumbem a compra da Activision-Blizzard

3 Dezembro, 2022 0 Por Joel Pinto

Segundo está a ser revelado, a Microsoft está disposta a recorrer aos tribunais caso a Comissão Federal de Comércio dos EUA tente bloquear a compra da Activision-Blizzard. Pelo menos, é o que avança o Bloomberg, que afirma ter recebido essa informação de fontes familiarizadas com o assunto.

Na semana passada, dei aqui conta de que a Microsoft está disposta a oferecer à Sony um contrato de licenciamento do Call of Duty de 10 anos para encurtar o processo regulatório, mas a fonte do Bloomberg agora afirma que as conversas com a FTC sobre oferecer remédios ou concessões não aconteceram.

“A fabricante da Xbox não conversou com a FTC sobre soluções ou concessões destinadas a obter a aprovação do acordo, disse a pessoa, que pediu para não ser identificada por discutir um assunto confidencial”, diz o artigo da Bloomberg. “A equipa da FTC está a encerrar a sua investigação e espera-se que faça uma recomendação em breve, acrescentou a pessoa. Os comissários da FTC então votariam se abririam um processo.”

Caso a FTC tente bloquear o negócio, a Microsoft prepara-se para contestar essa decisão na Justiça, disse a pessoa, que pediu para não ser identificada falando sobre estratégia interna.

A analista antitruste da Bloomberg Intelligence, Jennifer Rie, disse que não a surpreenderia se a FTC entrasse com uma ação para bloquear o acordo, mas observou que uma guerra judicial seria difícil para os executores vencerem e a Microsoft poderia prevalecer – embora uma batalha legal possa estender-se além da data final do negócio. A Microsoft disse que espera fechar a transação até 30 de junho de 2023.

Pelo menos é o que afirma o vice-presidente executivo de assuntos corporativos e diretor de comunicação da Activision-Blizzard, Lulu Cheng Meservey, disse recentemente no Twitter sobre o acordo.

“Vendo muita especulação sobre a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft”, escreveu o executivo no Twitter no mês passado. “Qualquer sugestão de que a transação possa ter efeitos anticompetitivos é absurda”. Meservey continuou: “Estamos comprometidos em continuar a trabalhar em cooperação com os reguladores de todo o mundo para permitir que a transação prossiga, mas não hesitaremos em lutar para defender a transação, se necessário”.

Activision-Blizzard

Microsoft vai lutar com todas as armas pela aquisição da Activision-Blizzard

Informações interessantes, com certeza. Enquanto isso, a Activision-Blizzard foi recentemente adicionada à ‘Lista de Melhores Ideias’ de Wedbush, com a empresa de investimentos esperando que a transação de 69 biliões de dólares seja concluída nos próximos seis meses.

FONTE

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.