Microsoft está a revolucionar a sua aplicação do Office

Microsoft está a revolucionar a sua aplicação do Office

21 Maio, 2020 0 Por Joel Pinto

Durante a sua conferência Build 2020, que foi realizada exclusivamente online, de 19 a 21 de Maio de 2020, a Microsoft apresentou aqueles que são os seus planos para o futuro da suite Office. Esse futuro requer o novo Fluid Framework, que está prestes a ser instalado no coração do funcionamento das aplicações do Microsoft 365 e Office. Estes tornar-se-ão muito mais dinâmicos e interligados, graças a elementos independentes e em evolução.

Mas o que é o FrameWork Fluid?

O Microsoft Fluid Framework é uma tecnologia projectada para facilitar a colaboração entre utilizadores de aplicações online do Office, incluindo o Microsoft 365 e o Office.com. A estrutura permite criar e modificar conteúdo dinâmico em tempo real, graças a componentes independentes que podem ser partilhados de forma transparente entre diferentes aplicações.

A ideia é permitir que crie elementos como tabelas sem necessariamente ter que usar o Excel, por exemplo. Essas tabelas funcionarão como blocos autónomos que podem ser integrados a um documento do Word, Excel, no Microsoft Team ou mesmo num email. Melhor ainda, todas as alterações feitas num só lugar serão aplicadas automaticamente onde quer que o elemento seja integrado.

A Microsoft compara esses itens aos blocos Lego de conteúdo do Office que vivem na Web. As tabelas, gráficos e listas de tarefas que normalmente encontra nos documentos do Office transformam-se em módulos colaborativos dinâmicos que podem existir fora dos documentos tradicionais. Independentemente de onde os cria e de como os partilha, e copia, para outras aplicações, eles permanecem acessíveis.

FrameWork Fluid

Certamente, o Microsoft Office continua a ser muito popular, mas a suíte está a enfrentar cada vez mais a concorrência do Google Docs, Sheets and Forms, que são totalmente gratuitos e colaborativos. O Office Online, a versão online gratuita da Microsoft é a alternativa perfeita, mas a forte comunidade da Google / Gmail tende a dar preferência a essas plataformas. O Microsoft Fluid Framework, e os seus blocos dinâmicos, podem ajudar a mudar a maré.

Graças ao Fluid, tabelas, gráficos e listas estão sempre activas e editáveis, ele podem estar num email, numa aplicação de chat como o Microsoft Teams ou até mesmo em aplicações de terceiros. Como isso é possível? Simplesmente porque a Microsoft decidiu criar o Framework Open Source.

Os editores de terceiros poderão, portanto, ingressar na base e tornar os blocos de Fluid compatíveis com as suas próprias aplicações. Essa nova experiência será oferecida nos próximos meses no Office Online (Office.com) e no Outlook.

Somente assinantes do Microsoft 365 com uma licença Enterprise poderão aceder a essas novidades numa fase inicial.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.