Microsoft Edge torna-se quase impossível de desinstalar do Windows 10

Microsoft Edge torna-se quase impossível de desinstalar do Windows 10

7 Agosto, 2020 2 Por Joel Pinto

No início deste ano, a Microsoft iniciou o processo de implementação do seu mais recente navegador. Agora baseado no Chromium, o Microsoft Edge, alem de velocidade, ganhou segurança, funcionalidade e popularidade, e isso fez com que ele tivesse passado o Firefox em numero de utilizadores. Em suma, a Microsoft pode orgulhar-se de ter feito a escolha certa ao ter adaptado o Chromium.

E não pense que o Edge só tira benefícios do Chromium, já que o inverso também é válido, já que todas as melhorias que a Microsoft fez no seu próprio navegador também são disponibilizada para o Chromium. Enfim, tudo parece estar a correr bem, excepto o facto da sua desinstalação e tornar quase impossível.

Até agora, todos aqueles que desejavam desinstalar o Microsoft Edge do Windows 10, só precisavam de ir ao Painel de Controle e seleccionar o recurso Desinstalar um programa. Como sempre, aparece uma lista de todas aplicações instaladas no sistema, e bastava escolher o Edge, e fazer desinstalar... mas algo parece ter mudado para muitos utilizadores, e está prestes a mudar para os restantes.

Microsoft Edge Windows 10

Microsoft Edge não será de fácil desinstalação no Windows 10

Num documento disponível online, a Microsoft fornece uma actualização sobre a actualização do Edge e a sua integração com o Windows:

“Desde o lançamento do novo Microsoft Edge, em Janeiro, a Microsoft oferece aos clientes do Windows uma migração da antiga versão do Microsoft Edge para a nova edição, usando uma implantação em fases." Até agora, nada de excepcional, excepto que a Microsoft acrescenta um pouco mais com a seguinte declaração: “A nova versão do Microsoft Edge oferece aos utilizadores controlo total sobre a importação de dados pessoais da versão legada do Microsoft Edge. A nova versão do Microsoft Edge está incluída numa actualização do sistema Windows, então a opção de desinstalar o Edge, ou usar a versão anterior do Microsoft Edge, não estará mais disponível."

A Microsoft não especifica quando essa incapacidade de desinstalação será implementada em todos os utilizadores. A verdade é que em todos os dispositivos que tenho com o Windows 10 a remoção do navegador ainda é possível, inclusive naqueles que já conto com o Windows 10 2004.
Mesmo depois de aplicar todo o Patch Tuesday e outras correcções opcionais que foram lançadas desde então, ainda se consegue desinstalar o Edge.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.