É jogador de Valorant? Precisa de saber isto antes de instalar o Windows 11

É jogador de Valorant? Precisa de saber isto antes de instalar o Windows 11

7 Setembro, 2021 Não Por Joel Pinto

Nas ultimas semana o Windows 11 tem estado no centro das atenções e não necessariamente pelas melhores razões, já que os pré-requisitos impostos para a sua instalação não estão a ser bem aceites pelos utilizadores: o TPM 2.0 e Secure Boot. Esses dois elementos muitas vezes estão em falta em configurações com alguns anos, mas a repreensão dos utilizadores foi até a Microsoft, que indicou que o Windows 11 ainda poderia ser instalado em máquinas que não conta com algum desses módulos.

Infelizmente, alguns softwares já planearam ser intransigentes com esses módulos, e por exemplo, quem quiser jogar ao Valorant no Windows 11 vai mesmo precisar de ter o TPM 2.0 e o Secure Boot activos.

A Riot Games explica que o seu módulo anti-cheat, Riot Vanguard, vai aproveitar os dois módulos para garantir a máxima segurança no jogo, e a perfeita justiça para as competições. Ao registar o Valorant nesses dois módulos de segurança, a Riot abre a porta para a proibição de ID de hardware (HWID) e deve tornar o uso de software de cheat muito complexo.

Valorant

Valorant em dispositivos Windows 11 só com os módulos TPM 2.0 e Secure Boot

Isso não mudará nada para os jogadores do Windows 10, que poderão continuar a aproveitar o jogo. A situação, no entanto, prenuncia uma situação complexa para o Windows 11 com um sistema operativo que parece funcionar a várias velocidades.

Resumindo, o facto de conseguir instalar, e usar o Windows 11 no seu dispositivo não é garantia que possa jogar ao Valorant, já que para isso o seu dispositivo deverá contar, obrigatoriamente, com os módulos TPM 2.0 e Secure Boot.