Google condenada a pagar 234 milhões a um indivíduo

Google condenada a pagar 234 milhões a um indivíduo

20 Junho, 2022 0 Por Joel Pinto

A Google foi condenada, no México, a pagar o equivalente a 234 milhões de euros por prejuízo moral a um indivíduo, e o gigante das pesquisas já revelou que vai recorrer da decisão. Para ser mais preciso, a Google foi condenada a pagar cinco biliões de pesos em favor do advogado Ulrich Richter Morales, à sua esposa e à sua empresa conjunta.

O grupo é acusado de ter supostamente tolerado, e permitido, a divulgação de um blog que tinha como objectivo prejudicar a reputação do advogado.

“Mais uma vez lamentamos a condenação em recurso” de um tribunal civil da Cidade do México “que consideramos arbitrária, excessiva e infundada”, indica a Google, que garante que “se defenderá até ao último recurso porque este julgamento mina a liberdade de expressão e outros princípios fundamentais”. O caso vai agora para o Supremo.

O autor acusa o gigante das pesquisas de ter permitido a divulgação de um blog que o implica em supostos crimes de lavagem de dinheiro, tráfico de influência e falsificação de documentos. "Estou sem palavras. Obrigado”, comentou o advogado, autor de vários livros sobre cidadania.

Google

Google vai recorrer desta decisão

Ulrich Richter Morales afirma ter pedido à Google a remoção do blog desde 2015. Ele então entrou com uma acção por danos morais e já havia vencido em primeira instância. A Google já enfrentou muitas outras reclamações desse tipo, em outros países.

O Tribunal Federal Australiano, no início de Junho, condenou o gigante da Internet a pagar o equivalente a mais de 466.000 euros a um político australiano que acreditava ter sido difamado através de um vídeos no youtube, no canal de um comediante.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.