Diferendo entre a Electronic Arts e a FIFA pode impactar todos os jogos de futebol

Diferendo entre a Electronic Arts e a FIFA pode impactar todos os jogos de futebol

18 Outubro, 2021 0 Por Joel Pinto

O verdadeiro fã de jogos e futebol sabe que um dos pontos mais importantes do mesmo está relacionada às licenças exclusivas que os mesmos conseguem ter acesso. E o domínio da Electronic Arts com o seu mais recente FIFA 22 é a prova disso mesmo. No entanto, o organismo que gere o futebol mundial, a FIFA (Federação Internacional de Futebol) não parece gostar disso.

De facto, num comunicado à imprensa, a federação declarou que seria bom para a indústria de videojogos poder diversificar a sua oferta de jogos de futebol. Sem citar claramente a EA e o seu jogo FIFA, o comunicado contém uma mensagem claramente direccionada ao estúdio:

“A FIFA está optimista, e entusiasmada, com o futuro dos jogos e desportos electrónicos para o futebol, e está claro que esse espaço precisa de ser ocupado por mais de uma parte controlando todos os direitos. […] A FIFA, portanto, envolve-se com vários players da indústria, incluindo programadores, investidores e analistas, a fim de desenvolver uma visão de longo prazo para o sector de jogos, e-sports e entretenimento."

FIFA 22 Electronic Arts

Electronic Arts e FIFA continuam em negociações

Isso aconteceu poucos dias depois de ser revelado que o nome do jogo FIFA poderia ser alterado devido a algumas questões financeiras. Na verdade, a FIFA pediu à Electronic Arts quase o dobro do valor previamente acordado para permitir que continuasse a usar o nome da federação no seu jogo.

A questão da diversidade está em jogo em ambos os lados do conflito. A EA havia anunciado que queria adoptar um nome que reflectisse a diversidade de equipas, e campeonatos, no seu jogo e, portanto, que não se limitasse à FIFA. A federação gostaria, portanto, de desenvolver um mercado de futebol de jogos mais competitivo e, portanto, mais diversificado. Embora as duas partes ainda estejam em fase de negociação, a renovação dos naming rights parece verdadeiramente comprometida.

Por sua vez, a EA está em processo de habituar os seus jogadores a uma futura mudança de nome, depositando os direitos de autor da EA Sports FC, aquele que deverá ser o próximo nome do FIFA. Com o anúncio da federação, podemos agora, também podemos esperar uma mudança no conteúdo da licença, já que a EA poderia obter menos equipas exclusivas, tal como todos os outros jogos.