Análise Samsung Galaxy Note20 Ultra 5G

Análise Samsung Galaxy Note20 Ultra 5G

17 Novembro, 2020 0 Por Joel Pinto

Anunciado no passado dia 5 de Agosto de 2020, o Galaxy Note20 Ultra 5G é o mais recente topo de gama da Samsung a chegar ao mercado. Depois de cerca de 3 semanas de uso intensivo, e como telefone principal, chegou o momento de disponibilizar a nossa análise a este smartphone da fabricante Sul Coreana.

Para quem já utilizou o Galaxy S20 Ultra, as diferenças não serão assim tantas quanto isso, e considero que este equipamento da série Note é mais um upgrade e esse excelente equipamento, e com um design diferente.

Hardware e Desempenho

Trata-se de um equipamento com um ecrã AMOLED de 6,9 polegadas e com a resolução QuadHD+ com um total de 496ppi. Ele conta com uma taxa de actualização variável que pode chegar aos 120Hz, e que o software da Samsung consegue gerir muito bem. Essa taxa ajusta-se dinamicamente às necessidades de utilização, e sempre com o intuito de preservar a autonomia do equipamento. Assim quando é preciso o telefone usa taxas realmente altas, e quando não é necessário chega a diminuir essa taxa para uns meros 10Hz.
Esse mesmo ecrã conta com suporte para o HDR10+, e em termo de qualidade é o melhor que o mercado tem para oferecer, desde a sua precisão da cor, os ângulos de visão ao brilho, tudo é excelente, e acima de tudo, não temos qualquer problemas em utiliza-lo ao ar livre sob forte incidência solar.

Galaxy Note20 Ultra 5G conta com o melhor ecrã que o mercado tem para oferecer

Obviamente, e tratando-se do melhor ecrã para smartphones, nunca tinha testado um ecrã tão bom, e que alem disso é protegido pelo Corning Gorilla Gall Victus.

Samsung Galaxy Note20 Ultra 5G

No seu interior temos um chip da Samsung fabricado no processo de 7nm, o Exynos 990, que conta com um processador octa-core que opera no máximo a 2,73Ghz. Se juntarmos esse chip o seu GPU, o Mali-G77 MP11 e os seus 12GB de RAM, então temos um verdadeiro "smartphone de combate". Não vai encontrar aplicação que não seja executada de forma rápida e eficaz neste smartphone. Estamos perante um verdadeiro topo de gama, e do melhor que o mercado tem, por isso, em termos de desempenho nada o fará falhar.

Como sempre, deixo aqui os testes do Antutu que comprovam o excelente desempenho do equipamento.

Ele conta com uma bateria com 4500mAh que apesar de na teoria ser curta, a verdade é que o seu desempenho é impressionante. Com uso intensivo consegui obter quase sempre 1 dia e meio de utilização. Todo o sistema parece estar muito bem preparado para não fazer uso excessivo da bateria. E quando chega ao momento de recarregar, também não existem problemas, ele conta com suporte para o carregamento com fio de 25W, que faz com que a bateria carregue dos 10 aos 100% em cerca de 65 minutos. Com cerca de 30 minutos no carregador, conseguimos obter cerca de 60% de bateria, que é um bom resultado.
Apesar de o carregamento ainda ser um dos pontos onde a Samsung parece estar atrasada em relação à concorrência, a verdade é que ele conta com carregamento rápido sem fio Qi / PMA de 15W, e o carregamento reverso sem fio de 4,5W. O carregamento sem fio, consegue carregar a bateria dos 10 aos 100% em pouco mais de 80 minutos.

O Note 20 Ultra possui ainda suporte para as redes 5G, que como deve imaginar não foi possível testar porque ainda não está disponível em território nacional. O seu sensor de impressão digital ultra-sónico esta directamente incorporado no ecrã e funciona de forma rápida e precisa.

Um dos pontos de destaque da linha Note é a sua S-Pen, e com este Galaxy Note20 Ultra 5G não é diferente. No entanto, esta S-Pen está cada vez melhor, e se comparado com a S-Pen do Note10, esta é 80% mais rápida, já que a Samsung reduziu a sua latência para 9ms. Com esta S-Pen finalmente parece que estamos a escrever com uma caneta numa folha de papel, mas de forma muito mais suave. Não sou grande fã da S-Pen, mas neste Note20 utilizei-a muito, e muito mais do que imaginava que fosse usar, já que dois ou três dias depois de a começar a usar, irá perceber que é muito mais cómodo usar a mesma, do que o teclado virtual.
Independentemente do ângulo que escreva, esta S-Pen está muito bem ligada ao ecrã deste telefone, é como de um casamento perfeito se trata-se.

Não posso acabar os detalhes de hardware sem revelar que ele conta com altifalantes estéreo, Bluetooth 5, NFC, MST, certificação IP68 e suporte ao DeX sem fio sobre Miracast.

Software

A chegada deste equipamento, marcou a chegada da versão 2.5 do OneUI, a versão mais recente do sistema operativo da Samsung, que é baseado no Android 10. Esta será provavelmente a ultima versão deste sistema, já que a Sul Coreana já está a trabalhar no Android 11, que chegará aos equipamentos sob a forma de OneUI 3.0.

Não existe muito a falar do software já que tem tudo aquilo que a Google disponibilizou com o Android 10 e com muito melhoramentos que já podem ser vistos em muitos equipamentos da empresa, mesmo nos topos de gama de 2019 e nos smartphones da série Galaxy S20.

No entanto, não posso deixar de revelar que a Samsung está a promover o serviço Xbox Game Pass Ultimate, da Microsoft. Apesa de não o ter utilizado nos meus testes, aquando da apresentação oficial deste equipamento em Portugal, tive a oportunidade de testar o serviço, e ele pareceu-me correr muito bem.

A verdade é que ultimamente, a Samsung perdeu um pouco da disciplina quando se trata de design de software. A empresa está sempre tentada a lançar recursos estranhos, que muitas vezes acabamos por nem conseguir perceber para que servem.

Em relação ao Bixby, ele está cada vez mais afinado para o Português, mas ainda está longe de ter uma boa experiência de utilização na língua Portuguesa. Ele já respondeu a muitas solicitações na língua de Camões, mas ainda precisa de ser muito trabalhado para fornecer uma experiência digna da Samsung.

Câmara

Este é um ponto de destaque deste Galaxy Note20 Ultra 5G, nem que seja visual, já que ele tem um grande "impacto" na parte traseira que confesso que odeio, e é tudo menos funcional em termos de design (ver foto abaixo). Já para aquilo que serve, os testes do pessoal do DxOMark falam por si, este é um dos melhores smartphones já fabricados para fotografia. Alem dos testes dos mesmos, os meus revelam precisamente o mesmo resultado.

E vamos começar por falar do sensor frontal, que é um sensor com 10MP que usa e abusa da Inteligência Artificial para "retocar" as fotos. Na prática esse retocar é bem mais que isso, já que muitas vezes as selfies tiradas com este equipamento fazem-nos parecer autênticos bonecos de cera. Obviamente que dá para alterar nas definições, mas existe um claro exagero por parte da inteligência artificial que precisa urgentemente de ser resolvido pela Samsung.

Já os sensores traseiros, a história é outra, e neste equipamento temos três câmaras. A primeira é uma câmara com um sensor ultra-largo de 12MP, um sensor telefoto de 12MP com lente periscópio, e o principal é um sensor grande angular com 108MP.

Geralmente, o sensor ultralargo em qualquer telefone é o mais fraco do grupo, e neste telefone não é diferente. No entanto, os resultados obtidos com o mesmo são muito satisfatórios.
Já o sensor telefoto, que conta com o sistema de periscópio consegue fazer um zoom óptico real de 5x. A Samsung também tem uma coisa que chama de “Zoom Espacial” que permite combinar os zooms óptico e digital para chegar aos 50x. Curiosamente, o S20 Ultra tem uma contagem de megapixeis mais alta e oferece zoom 100x, o que significa que a Samsung reduziu-o neste Note. E podemos dizer que este sensor não se sai nada mal, as fotos são muito boas, mesmo quando estamos com o zoom no máximo.
Por fim temos o sensor de 108MP, que é a jóia da coroa deste telefone, não fosse esse sensor projectado pela Samsung. O foco trabalha muito bem, as cores são excelentes, e a precisão é algo que realmente só é possível obter com os melhores telefones do mercado.

As fotos em condições de pouca luz são realmente impressionantes e ao contrário de outros equipamentos, não temos de segurar o equipamento muito tempo para tirar fotos no escuro.
Em relação ao vídeo, temos a possibilidade de gravar em 8K e isso explica bem a qualidade dos sensores, e do software da Samsung. No entanto, acho que os 4K ainda são a melhor solução para usar neste telefone. As gravações em 4K com estabilização de imagem, têm resultados verdadeiramente impressionantes.

Análise Samsung Galaxy Note20 Ultra 5G: Veredicto Final

O Samsung Galaxy Note20 Ultra 5G independentemente do preço que custe, é garantidamente um dos melhores smartphones que o dinheiro pode comprar. Ele oferece o melhor ecrã que podemos ter num smartphone, uma experiência com a S Pen verdadeiramente impressionante, já que conta com uma grande quantidade de novos recursos para trabalho, e para lazer. As suas câmaras são fantásticas, corrigindo alguns problemas que surgiram com o Galaxy S20 Ultra. Em termos de desempenho, está no topo do que podemos ter num dispositivo deste género, até mesmo para todos aqueles que gostam de jogar no smartphone.

O único ponto negativo que tenho a apontar, excepto o seu preço que está perto dos €1150, é realmente a saliência do modulo que contem os sensores fotográficos traseiros. Aquilo não é feio... é horrível. Muitos vão dizer que para resolver essa questão, basta comprar uma capa que fica nivelada com os sensores. Isso não deixa de ser verdade, mas o telefone não é fabricado com capa, e essa solução faz esconder a belíssima cor deste equipamento.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.