Presidente da Nintendo confirma que não estão a considerar a sucessora da Switch nem uma baixa de preço

Presidente da Nintendo confirma que não estão a considerar a sucessora da Switch nem uma baixa de preço

25 Janeiro, 2019 0 Por Joel Pinto

A Nintendo Switch teve um ano de 2018 em altas, e a prova disso é que foi a consola de jogos mais vendida nos EUA naquele ano. Alem disso, e por consequência, os seus jogos acompanham esse sucesso, e bem prova disso mesmo é o facto do Super Smash Bros. Ultimate ter vendido mais de 3 milhões de cópias em apenas 11 dias, que acabou por torná-lo no jogo mais vendido da série, e o jogo mais vendido de sempre para a consola híbrida.

No entanto, a empresa colocou a fasquia muito alta, tendo projetado a venda de 20 milhões de consolas durante o corrente ano fiscal, que é diferente do ano civil, e este termina a 31 de Março de 2019. Apesar de os números das vendas ainda estarem um pouco distantes do objetivo, a Nintendo não pretende baixar o preço da consola, só para atingir o objetivo. Numa entrevista recente ao presidente da Nintendo, Shuntaro Furukawa, disse:

"É uma conquista extremamente ambiciosa, mas que vale a pena. Então, vamos manter esse objetivo. A Nintendo Switch é nosso principal objetivo de vendas, e não estamos a considerar um sucessor ou um corte de preço de momento."

Embora isso não seja uma boa notícia para aqueles que previam um corte no preço antes de comprar a consola da Nintendo, isso demonstra a confiança da Furukawa no poder de permanência do seu preço e na demanda do consumidor. No entanto, segundo informações disponibilizadas anteriormente, 22 jogos da Super Nintendo poderiam estar a chegar ao serviço Nintendo Switch Online, o que pode ser atraente para aqueles que ainda não compraram a consola.

Então, por enquanto, parece que a meta de vendas é muito parecida com o Donkey Kong, mas ainda não se sabe se será realmente alcançada nos próximos dois meses.

FONTE