Riot Games prepara-se para começar a gravar os chats de voz do Valorant

Riot Games prepara-se para começar a gravar os chats de voz do Valorant

1 Maio, 2021 0 Por Sandro Sotto

Num esforço para combater as várias formas de assédio no jogo, a Riot Games decidiu actualizar a sua política de privacidade e irá começar a gravar todas as conversas de voz no jogo. A toxicidade em videojogos não é uma novidade, especialmente em jogos competitivos. Através do League of Legends, a Riot foi capaz de experimentar isso amargamente.

A empresa tem lutado muito com aqueles jogadores que aproveitam a experiência geral. Ela explorou muitos caminhos: tribunal popular, censura, banimento do chat, banimento do jogo (incluindo para streamers que se deixam levar muito facilmente) ou criando um sistema de honra que recompensa jogadores merecedores.

O Valorant é também um jogo de equipa competitivo, e infelizmente não é imune aos problemas encontrados no LoL. Se a empresa pode aplicar as receitas do FPS, um meio de comunicação até agora escapou da moderação. Como tal, a Riot decidiu, portanto, actualizar a sua política de privacidade para informar os jogadores que as mensagen de voz serão gravadas. A ser testado inicialmente no servidor da Valorant na América do Norte, o sistema será posteriormente implantado nos demais servidores. Embora apenas o Valorant pareça preocupado de momento, a mudança de política também inclui LoL, Wild Rift e TFT, que também podem ser aproveitados.

Os jogadores, portanto, não poderão entrar no chat de voz a menos que concordem com as novas condições, garantindo que todos os jogadores estejam bem informados de que as mensagens de voz são gravadas. Isso deve salvar a Riot dos contratempos da Sony, que em 2020 havia implementado o mesmo tipo de função sem qualquer tipo de anúncio.

Episódio 2 Valorant chats

Chats de voz do Valorant passarão a ser gravados pela Riot

A empresa também anunciou que se todas as conversas no jogo forem gravadas, apenas aquelas que forem reportadas, serão ouvidas. Os jogadores que não desejarem ser registados poderão simplesmente desactivar o sistema de comunicação, mas não poderão mais interagir com outros membros da equipa.

Obviamente, esta mudança de política não afecta jogadores que usam software de terceiros para se comunicar como Discord. A Riot também afirma que os dados recolhidos serão recolhidos de forma transparente. A empresa reserva-se no direito de guardar as gravações pelo tempo que julgar necessário, mas promete protegê-las da melhor maneira possível.

Os jogadores mais impulsivos agora são avisados, é melhor silenciar o microfone ou não pressionar a tecla “push-to-talk” antes de permitir que o excesso de frustração seja drenado.

VIA