EUA "bane" novas empresas chinesas de tecnologia

EUA "bane" novas empresas chinesas de tecnologia

9 Outubro, 2019 0 Por Joel Pinto

Parece que a administração Norte Americana quer evitar algumas falhas das suas próprias regras, e no passado dia 7 de Outubro, o Ministério do Comércio da América do Norte colocou na lista negra oito empresas chinesas do sector de alta tecnologia e vários órgãos públicos e agências que mantêm laços estreitos com o governo de Pequim.

Após o terremoto da Huawei, é a vez da Hikvision, Dahua, Megvii Technology, SenseTime, iFlytek ou Yitu Technologies pagar os custos de protecção comercial entre a China e os Estados Unidos. Todas essas empresas não têm autorização para negociar com empresas americanas.

Para justificar esse novo conjunto de proibições, o governo dos EUA explica que algumas dessas empresas ou organizações têm uma parte de responsabilidade em "violações dos direitos humanos" , "detenções arbitrárias em massa" ou participaram da vigilância de uigures e outras comunidades muçulmanas por meio de ferramentas tecnológicas sofisticadas (uma crítica que me fez sorrir quando todos sabemos que o governo dos EUA usa drones de vigilância para vigiar os migrantes na sua fronteira com o México).

A Hikvision ainda está listada na bolsa de valores em US $ 42 biliões e trabalhou, como muitas outras empresas nessa lista negra, com vários parceiros de projectos de tecnologia dos EUA, como Nvidia ou Qualcomm.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos.