Análise Sony a6400: A Sony ainda consegue surpreender

Análise Sony a6400: A Sony ainda consegue surpreender

8 Fevereiro, 2020 0 Por Joel Pinto

Há algum tempo que estava curioso, e com vontade, de experimentar uma das mais recentes câmaras fotográficas da Sony. Entretanto foi-me proposto testar a Sony a6400, e antes de revelar tudo aquilo que achei desta verdadeira máquina de tirar fotografias, fique já a saber que conseguiu superar as minhas melhores expectativas.

Análise Sony a6400

Construção

Em termos gerais, a Sony a6400 é uma câmara para utilizadores comuns, ou para quem já usou uma Sony antes. Combina uma familiaridade com alguma ergonomia inteligente, um layout de botão elegante, um corpo relativamente leve da câmara e um punho robusto que faz com que toda a câmara pareça robusta e sólida. Algo que salta logo à vista é o facto do seu ecrã LCD virar para cima, adaptando-se às mais diversas necessidades. Além disso, esse ecrã é incrivelmente nítido, mesmo em condições de muita luz solar.
Esse ecrã é touch em algumas zonas especificas, que permite que se controle algumas coisas directamente no mesmo.

Qualidade da imagem

Estamos a falar de uma câmara da Sony, então não temos nada a temer no campo da fotografia. A Sony a6400 conta com um sensor APS-C CMOS de retroiluminação de 24,1 megapixeis. Acompanha um novo e melhorado processador de imagem Bionz X, que a Sony afirma ser realmente baseado no seu topo de gama, o a9. Além disso, há um novo sistema de foco automático com detecção de fase de 425 pontos com rastreamento em tempo real.
Em termos de fotografia em si, a primeira coisa que notei é a qualidade superlativa dos JPEGs da câmara. Com ficheiros processados ​​fora da câmara, a Sony consegue produzir um grande nível de detalhe e nitidez em objectos complexos, além de excelente precisão de cores. As cores gerais são ricas e os níveis de vibração são altos. Como resultado, os vermelhos e amarelos parecem mais ricos, os verdes parecem mais quentes e os azuis são ainda mais profundos.

Quando se trata do desempenho geral da ISO, a Sony a6400 é amplamente confiável e tira boas fotos dentro das faixas ISO ideais. Não há nenhuma surpresa desagradável em termos de ruído e granulação, o que é importante para uma boa câmara.
O novo módulo de foco automático também é impressionante e, embora seja amplamente consistente, por vezes tem momentos em que fico com a sensação que ele demora um pouco mais a bloquear o foco. No entanto, a Sony lançou muitos recursos, incluindo o foco assistido para tornar o foco manual bastante uniforme. O rastreamento de objectos em tempo real é bastante preciso e ajuda-o a tirar fotos em cenários muito movimentados.

Qualidade de vídeo

De uma forma simples e directa: se gostei da qualidade da imagem, ainda gostei mais da qualidade dos vídeos. A câmara é capaz de gravar vídeos em 4K 30fps sem corte do sensor, bem como Full HD em taxas de frames mais altas (120p / 60p) para permitir efeitos em câmara lenta suave pós-processadas. Juntamente com o excelente desempenho de cores, balanço de branco preciso e excelente faixa dinâmica, a Sony a6400 oferece uma câmara de vídeo super espectacular.

A Sony a6400 também possui gravação proxy, um recurso interessante para quem grava simultaneamente um clipe de baixa resolução, que pode ser partilhado instantaneamente através de uma ligação Wi-Fi ou Bluetooth, por exemplo, para um smartphone. Esse é um recurso interessante principalmente para os vloggers. Outro facto que me conseguiu surpreender, é que não há restrições de tempo na gravação de vídeo em 4K.

Bateria

A Sony a6400 conta com uma bateria de 1020mAh que pelos números parece ser curta. Mas nos dias em que testei a câmara, raramente tirei menos de 200 fotos por dia, e ela nunca me falhou nesse quesito. Se é daqueles que gosta de ir passar o fim de semana fora, tem certamente autonomia para um dia inteiro em uso.
Alem disso, e bateria da a6400 suporta o carregamento interno de sua bateria via porta USB. Isso significa que se for viajar não precisa de levar mais um carregador atrás, já que facilmente carrega a sua bateria com o carregador do telemóvel, ou simplesmente ligando um cabo USB a um portátil ou mesmo a uma TV com uma entrada USB.

Lendo as especificações técnicas da câmara, ela fala que a sua autonomia dá em até 400 fotografias tiradas. Sinceramente, acredito que isso seja possível, mas não consegui testar.

Veredicto Final

Tal como informei no inicio desta análise, tive uma agradável surpresa com esta câmara. As suas fotos são excelente, e os vídeos ainda melhor. A autonomia é mais do que suficiente para um utilizador comum, e isso faz da Sony a6400 uma câmara muito equilibrada, e que certamente irei começar a recomendar a quem me questionar.

Só existe um ponto em que não fiquei totalmente convencido, que é o facto de a lente que testei nesta máquina ter um botão de zoom numa zona de difícil acesso para quando estamos a fotografar (podemos ver na imagem acima). Pode ser falta de jeito, falta de prática, ou até mesmo falta de habituação, mas a verdade é que muitas vezes tive de "procurar" o referido botão, e que me fez perder algumas oportunidades.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.