China proíbe a mineração de Criptomoeda e fala em actividades ilegais

China proíbe a mineração de Criptomoeda e fala em actividades ilegais

25 Setembro, 2021 Não Por Joel Pinto

A China decidiu endurecer a sua repressão às plataformas de criptomoeda equipando-se com um sistema que visa erradicar actividades consideradas ilegais em torno das trocas de bitcoins, e outras moedas virtuais. O governo chinês também proibiu as actividades de mineração em todo o seu território.

O Conselho de Estado, principal autoridade administrativa do país, comprometeu-se em maio a encerrar essas actividades a fim de reduzir os riscos financeiros que elas acarretam. Desde então, as instituições financeiras, incluindo bancos e empresas de pagamento, foram proibidas de oferecer aos seus clientes qualquer serviço relacionado à criptomoeda.

Criptomoeda

China está 100% contra as Criptomoedas

Dez agências governamentais, incluindo o Banco Popular da China (BPC) e reguladores do mercado, disseram num comunicado conjunto que trabalhariam em conjunto através de um novo mecanismo que supostamente manteria a pressão alta no mercado de criptomoedas.

"O governo está determinado a apertar o seu controlo sobre a especulação em moedas virtuais e actividades financeiras relacionadas e peculato, a fim de preservar os bens da população e manter a ordem económica, financeira e social", disse o PCB.

O Bitcoin, para citar apenas um, experimentou uma pequena queda durante o dia seguinte a este anúncio da China. O seu preço actual é de 36.047 euros, e valia quase 38.400 euros, antes do anúncio.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.