Xiaomi remove muitos recursos do MIUI 12 do Redmi Note 9

Xiaomi remove muitos recursos do MIUI 12 do Redmi Note 9

31 Março, 2021 0 Por Joel Pinto

A Xiaomi continua a implementar as novas versões do seu sistema operativo em diversos equipamentos. E como todos sabem, a MIUI 12 conta com recursos que nem o Android 11 (puro) os tem, é por isso que o torna um sistema operativo adorado pelos utilizadores.

Os seus diversos elementos contribuem de forma proeminente para o peso do sistema, é por isso que executar o MIUI 12, ou as versões futuras, terá sempre um grande impacto no hardware. E dada a quantidade de dispositivos lançados pela empresa, acaba por ser mais fácil remover recursos do MIUI, do que optimizar o mesmo para cada um dos seus equipamentos.

E um caso bem gritante é o do Redmi Note 9 que recebeu recentemente a actualização do MIUI 12, mas muitos dos seus recursos não estão presentes. Por esse motivo, muitos utilizadores estão a reclamar que os seus Redmi Note 9, com o MIUI 12, não possuem recursos como a opção de utilizar o ecrã dividido, e por exemplo as janelas flutuantes, nos seus equipamentos.

Global MIUI 12.5 Redmi Note 9

Redmi Note 9 sem alguns recursos importantes do MIUI 12

No fórum da Xiaomi, um moderador confirma que isso aconteceu, mas explica:

Alguns recursos, como ecrã dividido, janelas flutuantes, alternância de bloqueio de aplicações no painel recente, etc., são removidos temporariamente para optimizar o sistema e reduzir os atrasos da Interface. Este é o caso com todos os dispositivos de gama baixa, como a série Redmi 9, Redmi Note 9, etc. Alguns recursos podem ser acedidos através da aplicação de segurança, mas outros são removidos. Esperançosamente, os programadores irão adicioná-los novamente em actualizações futuras.

Basicamente o que o moderador quis dizer, é que as limitações do hardware não permitem que o MIUI 12 chegue com todas as funções a todos os equipamentos. Apesar dele informar que as funções em falta poderão chegar no futuro, parece-me que é só conversa fiada, já que se hoje não suporta, amanha menos ainda.

FONTE