Warzone: Activision anuncia "guerra" contra os cheaters

Warzone: Activision anuncia "guerra" contra os cheaters

2 Setembro, 2021 Não Por Joel Pinto

O Call of Duty Warzone é um dos melhores Battle Royale que temos no mercado. É que o facto dele ser gratuito leva a que milhões de jogadores em todo o mundo gostem do mesmo, e entre temos temos os muitos cheaters. A Activision há muito que luta contra esse flagelo banindo contas, mas hoje a empresa quer enviar uma mensagem.

Utilizando a sua conta na rede social Twitter, a empresa partilhou um pequeno vídeo no qual vemos uma mensagem aparecer. Esta última indica que a Activision baniu recentemente 100.000 cheaters e que alguns deles estão muito irritados. O vídeo segue então a história partilhada por um famoso TikToker, Rush360, especializado no uso de software de cheating.

Nessa história, podemos vê-lo reclamar de um banimento total (IP e hardware). Ele não pode mais jogar Warzone, mesmo ao criar uma nova conta (o que muitos jogadores banidos fazem). O vídeo termina com uma mensagem dirigida directamente aos cheaters:

“Nós sabemos o que está a fazer, nós vamos buscar-te”.

Activision promete não ter piedade contra os cheaters do Warzone

O Warzone decidiu, portanto, atacar com força e ser cada vez menos paciente com aqueles que violam as regras do jogo. Essas palavras serão seguidas de acção, já que a Activision promete a chegada de um software anti-cheat antes do final do ano.

Warzone

É verdade que o cheating é um dos flagelos dos jogos online e nunca é agradável ser morto por alguém que tem uma vantagem injusta sobre nós. O Warzone sempre foi uma piada sobre o assunto, mas parece que o fim está finalmente a aproximar-se. No entanto, será necessário verificar se essas medidas serão aplicadas e, especialmente, se serão eficazes. O banimento tem as suas vantagens, mas também tem os seus limites.