Tinder processa a Google porque considerar que empresa abusa da sua posição dominante

Tinder processa a Google porque considerar que empresa abusa da sua posição dominante

10 Maio, 2022 0 Por Joel Pinto

Grupo do Tinder não quer pagar a comissão da Google Play

O Match Group, o grupo por trás de aplicação como o Tinder ou o OkCupid, iniciou um processo em tribunal contra a Google, porque considera que esta abusa da sua posição dominante na Google Play, mais precisamente, por causa das comissões do seu sistema de pagamentos.

Numa declaração do grupo do Tinder, ele aponta que:

"A Google domina, e controla, quase completamente o mercado de distribuição de aplicações Android" , explica o Match Group no seu comunicado de imprensa intitulado Acabar com o Imposto da Google. “E abusou do seu poder em detrimento de utilizadores e programadores de aplicações de várias formas”, continua o grupo.

Ou seja, o Match Group critica a Google por aproveitar a sua posição dominante para impor regras que considera injustas e que não pode contornar a menos que desista da maioria dos seus utilizadores.

A empresa decidiu iniciar uma acção em tribunal por causa de uma recente mudança de regra. Até agora, algumas das suas aplicações ofereciam um sistema de pagamento alternativo ao da Google Play, mas essa possibilidade vai desaparecer, explicam os advogados. Eles estão a pedir ao tribunal que obrigue a Google a deixar o Match a oferecer a sua alternativa de pagamentos nas suas aplicações e, assim, não pagar a comissão de 15 ou 30% cobrada pela Google nas transacções.

Entretanto a Google já respondeu a essa questão a afirma que:

É apenas uma continuação da campanha de autoatendimento do Match Group para evitar pagar pelo valor significativo que eles recebem das plataformas móveis nas quais construíram os seus negócios. Como qualquer empresa, cobramos pelos nossos serviços e, como qualquer plataforma responsável, protegemos os utilizadores contra fraudes, e abusos, em aplicações. Actualmente, o Match Group está a causar preocupação dos reguladores sobre questões como práticas enganosas de assinatura e, com essa demanda, eles continuam a colocar dinheiro antes da protecção do utilizador.

As aplicações do Match Group podem pagar apenas 15% no Google Play para assinaturas digitais, que é a taxa mais baixa entre as principais plataformas de aplicações. Mas mesmo que eles não queiram cumprir as regras do Google Play, a abertura do Android ainda oferece várias formas de distribuir as suas aplicações aos utilizadores do Android, inclusive através de outras lojas de aplicações Android, directamente aos utilizadores através do site ou como aplicação exclusiva para o consumidor.

Tinder

Parece-me que neste caso a Google tem razão, e o criador do Tinder está a ser ganancioso, e depois de ter aproveitado a popularidade da Google Play para crescer na sua comunidade, agora quer descartar a mesma.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook, no, Threads, do Instagram, do BlueSky e do X? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

Joel Pinto

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.