TikTok quer "fugir" da china e estabelecer-se na Europa

TikTok quer "fugir" da china e estabelecer-se na Europa

20 Julho, 2020 0 Por Joel Pinto

Segundo está a ser noticiado, a empresa controladora do TikTok esteve em discussões com o governo do Reino Unido nos últimos meses para transferir a sua sede para Londres, disse uma fonte familiarizada com o assunto, como parte de uma estratégia para se distanciar da sua propriedade chinesa. Londres está entre um dos vários locais que a empresa está a considerar, mas nenhuma decisão foi ainda tomada.

Não ficou claro quais os outros locais que estão a ser considerados. Mas a empresa está em empenhada em ter sucesso, já que contratou Kevin Mayer, ex-executivo da Walt Disney Co, para ser o executivo-chefe da TikTok. Ele é está estabelecido nos Estados Unidos, e a mudança da sua sede para ele local, não está fora de questão.

Tudo isto porque o TikTok está a enfrentar um escrutínio pesado em Washington devido a suspeitas de que a China possa forçar a empresa a entregar dados dos utilizadores, já que a sua proprietária, a ByteDance, está sediada na China.

área de transferências Tik Tok TikTok Reino Unido

TikTok pode mudar a sua sede para o Reino Unido

A fonte disse que a empresa está amplamente focada nos seus problemas com os Estados Unidos, mas não descartou Londres como um local potencial para a sua nova sede. Espera-se que o TikTok aumente "significativamente" o tamanho de sua força de trabalho em Londres, e em outros locais importantes fora do território Chinês, nos próximos anos, disse a fonte desta noticia.

O Sunday Times informou que Tiktok interrompeu as negociações com o governo do Reino Unido para abrir uma sede global na Grã-Bretanha. Outra fonte disse que Tiktok ainda estava em discussões com o governo britânico, mas a verdade é que até ao momento, os responsáveis do TikTok recusam-se a comentar o assunto.

Vamos ter de esperar mais algum tempo para saber que a empresa ainda vai a tempo de mudar a sua sede, antes de ser banida dos EUA, já que os rumores mais recentes dão conta dessa possibilidade.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.