Threads perdeu mais da metade dos seus utilizadores

Threads perdeu mais da metade dos seus utilizadores

29 Julho, 2023 0 Por Joel Pinto

Threads, a nova rede social da Meta que chegou para concorrer com o Twitter, recentemente anunciou que passou a brilhante barreira dos 100 milhões de utilizadores. Esse é um caso verdadeiramente notável, considerando que demorou alguns dias após o seu lançamento no início deste mês para chegar lá. Mas há um problema: mais da metade dos utilizadores abandonaram a plataforma.

Os executivos da Meta estão ocupados a tentar encontrar forma de aumentar a retenção de utilizadores dessa rede social. Segundo está a ser avançado pela Reuters, Mark Zuckerberg, chefe do grupo, disse aos funcionários numa reunião interna que a taxa de retenção de utilizadores do Threads era melhor do que o esperado, mas "não era perfeita" .

“Obviamente, quando tem mais de 100 milhões de pessoas inscritas, seria ótimo se todas elas, ou mesmo metade delas, permanecessem. Ainda não chegámos lá", disse, acrescentando considerar estas saídas como "normais". Mark Zuckerberg acrescentou que espera que a taxa de retenção melhore com os novos recursos que a Meta pretende adicionar ao Threads.

Threads já tem menos de 50 milhões de utilizadores

O grupo também quer colocar ganchos para trazer de volta os utilizadores que saíram da app nas últimas semanas, como garantir que as pessoas que estão no Instagram possam ver as principais mensagens do Threads, disse o diretor de produtos, Chris Cox.

Como um lembrete, esta rede social atualmente não está disponível em países da União Europeia. Isso deve-se à gestão dos dados dos utilizadores. A Meta deve fazer o que for necessário para cumprir a lei antes de se lançar oficialmente o serviço na UE.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook, no, Threads, do Instagram, do BlueSky e do X? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

Joel Pinto

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.