Revelados os valores para quem pretende continuar com o suporte do Windows 7

Revelados os valores para quem pretende continuar com o suporte do Windows 7

7 Fevereiro, 2019 0 Por Joel Pinto

No passado dia 14 de janeiro, informei aqui, que faltava precisamente 1 ano para a Microsoft encerrar de vez o suporte para o Windows 7. E na ocasião expliquei os motivos de isso acontecer, e também informei que haveria a possibilidade de os utilizadores continuarem a obter as atualizações de segurança, mas nunca de forma gratuita.

Em setembro do ano passado, a Microsoft já tinha informado que as empresas (particulares descartados) poderiam pagar por ESUs até que estejam prontas para atualizar para o Windows 10. Mas esse estarem prontas tem de levar no máximo 3 anos. A Microsoft há muito tempo oferece ESUs para clientes que estão dispostos a pagar por eles. O que não sabíamos é qual o valor a pagar para ter acesso a esses ESUs. Mary Jo Foley, da ZDNet, informou que a Microsoft tem informado os seus parceiros e vendedores sobre os seus planos para as ESUs do Windows 7.

Assim para os utilizadores do Windows 7 Pro, ele custará $50 por dispositivo no primeiro ano e dobrará para cada um dos próximos dois anos, portanto, custará $200 no terceiro ano... $350 para obter a ditas ESUs durante 3 anos, e por dispositivo. Se possui um licenciamento por volume do Windows Enterprise ou Microsoft 365, o preço cai para metade.

Agora é só imaginar quanto terá de pagar uma empresa que conta com muitos PCs com Windows 7. Pior, é que se quiser pagar para ter suporte só no ano 2022... terá de pagar os anos anteriores. E o mesmo sucede se quiser suporte só a partir de 2021, pois terá de pagar o valor referente ao ano 2020, e mais o 2021.

Infelizmente, os consumidores finais não podem chegar à Microsoft e pagar os $50 para ter mais um ano adicional de suporte, uma vez que se trata de um negócio apenas para clientes educacionais e empresariais.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.