Serviços de streaming de música em queda livre

Serviços de streaming de música em queda livre

18 Junho, 2022 0 Por Joel Pinto

Os serviços de streaming de música, como Spotify, Apple Music, Amazon Music e Deezer, estão em queda livre e perderam milhares de assinantes no último trimestre. Segundo novas informações, mais de um milhão de assinaturas foram canceladas no trimestre passado.

“Como a inflação a atingir os 9% no Reino Unido, e são esperados novos aumentos no custo de vida, o aumento das taxas de cancelamento de assinaturas de música prova que as famílias do Reino Unido estão a começar a priorizar gastar o seu rendimento disponível”.

O principal motivo citado para a desistência é o seu preço. 37% dizem que querem economizar dinheiro e, portanto, decidiram cancelar a sua assinatura de uma plataforma de streaming de música. Este número é 4 pontos acima em relação ao mesmo período do ano passado.

No início de 2020, 43,6% dos britânicos tinham assinatura de um serviço de streaming de música. A participação agora é de 39,5%. Uma das razões para esta queda deve-se à diminuição do número de jovens com assinatura, uma vez que 600 mil pessoas com menos de 35 anos têm acesso a assinaturas de música em relação ao ano anterior.

streaming de música

Reino Unido perdeu 1 milhão de assinantes nos serviços de streaming de música

Deve saber que há uma oferta estudantil em vários serviços de streaming, incluindo Spotify e Apple Music. Mas isso não é suficiente e 59% dos estudantes do Reino Unido têm um serviço de streaming, contra 67% anteriormente. Uma das principais razões pelas quais as pessoas com menos de 35 anos planeiam cancelar a sua assinatura é porque a escolha da música não é ampla o suficiente, há muitos anúncios ou estão com dificuldades técnicas.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.