Samsung Exynos 1000 deverá ser mais potente que o Snapdragon 875

Samsung Exynos 1000 deverá ser mais potente que o Snapdragon 875

19 Setembro, 2020 0 Por Joel Pinto

Todos sabemos que a Samsung tem por hábito lançar os seus topos de gama com 2 tipos de processadores. Ele equipa os telefones para o mercado Norte Americano (e mais recentemente para a Coreia) com chips da Qualcomm, enquanto que para o mercado global, ele utiliza dos chips Exynos.

No entanto, a empresa tem sido alvo de criticas, porque o chip Exynos aparenta ter um desempenho inferior ao seu concorrente da Qualcomm, e os consumidores sentem-se enganados, porque o preço dos equipamentos é o mesmo. No entanto, isso poderá já mudar com o próximo smartphone da série Galaxy S, que por agora vamos chamando de Galaxy S21.

Segundo está a ser revelado, o novo Galaxy S21 chegará igualmente com 2 SOC's para os diferentes mercados, e mais uma vez o mercado Norte Americano beneficiará de um SOC da Qualcomm, o Snapdragon 875, enquanto que o mercado global teria um SOC da própria Samsung, o Exynos 1000. Esses são 2 SOCs que contam com a mesma arquitectura (1+3+4).

Exynos 1000 mais poderoso que o Qualcomm Snapdragon 875 em teste de benchmark

A boa noticia é que este Exynos 1000 parece ser mais veloz que o Snapdragon 875, e a prova disso surgiu em diversos testes de benchmark, onde vemos o novo processador da Samsung em clara vantagem:

  • Samsung Galaxy S21 com Qualcomm Snapdragon 875
    • Pontuação em Single Core: 1,159 pontos
    • Pontuação em Multi Core: 4.090 pontos
  • Xiaomi Mi 11 com Qualcomm Snapdragon 875
    • Pontuação em Single Core: 1,102 pontos
    • Pontuação em Multi Core: 4.113 pontos
  • Samsung Exynos 1000
    • Pontuação em Single Core: 1,302 pontos
    • Pontuação em multi Core: 4.250 pontos

Será desta que um processador de topo da Samsung será mais poderoso do que um processador da Qualcomm? Teremos de esperar para ver.

 

FONTE

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.