Rússia está a acusar funcionário da Meta de terrorismo

Rússia está a acusar funcionário da Meta de terrorismo

28 Novembro, 2023 0 Por Joel Pinto

Um tribunal russo indiciou Andy Stone, porta-voz da Meta, e ordenou a sua detenção, acusando-o de “promover atividades terroristas”, apesar de a empresa ser classificada como “extremista” na Rússia.

Andy Stone, da Meta, pode ter de cumprir 20 anos de prisão

“O tribunal atendeu ao pedido do investigador, escolhendo uma medida de coação na forma de prisão preventiva para Andy Mark Stone”, que não está na Rússia, disse a porta-voz do tribunal, Olga Nazarova, citada pela agência de notícias russa Interfax. Ele é acusado de ter “encorajado atividades terroristas utilizando a sua posição oficial”, um crime que é punível com 20 anos de prisão, disse o tribunal.

No domingo, o Ministério do Interior russo incluiu o nome de Andy Stone, diretor de comunicações da Meta, na lista de procurados. A Rússia já havia designado oficialmente, em outubro de 2022, o grupo americano, controlador do Facebook, WhatsApp e Instagram, como organização “terrorista e extremista”, abrindo a possibilidade de graves processos judiciais contra os seus utilizadores no país.

O Facebook e o Instagram também foram bloqueados na Rússia desde o início da ofensiva na Ucrânia e são inacessíveis sem VPN, como o Twitter e muitas redes sociais, que são consideradas críticas pelo governo.

Meta

Antes da sua proibição, milhões de russos utilizavam aplicações da empresa, em particular o Instagram, uma rede que continua muito popular entre os jovens do país, apesar do seu bloqueio. Em abril de 2022, a Rússia colocou Mark Zuckerberg na sua lista negra de pessoas proibidas de entrar no seu território.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook, no, Threads, do Instagram, do BlueSky e do X? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

Joel Pinto

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este é o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.

Informático de profissão, e apaixonado por novas tecnologias, desportos motorizados e BTT.