Reviravolta da CMA gera lucros para a Activision-Blizzard

Reviravolta da CMA gera lucros para a Activision-Blizzard

28 Março, 2023 0 Por Joel Pinto

Recentemente revelamos aqui que a entidade antitrust do Reino Unido, a CMA, fez um ponto de situação do negócio que levará a aquisição da Activision-Blizzard pela Microsoft, e esse ponto de situação acabou por ser surpreendente.

Enquanto as maiores preocupações pairavam sobre a validação da aquisição da Activision-Blizzard pela Microsoft, a última atualização baralhou as cartas deste negócio e agora dão conta de que a aquisição não constitui um risco anticompetitivo no mercado de jogos de consola. Ou seja, a CMA rejeitou um dos principais argumentos da Sony e abriu caminho para a luz verde da operação, que deverá ser dado até ao próximo dia 26 de abril (prazo para a decisão do regulador).

A CMA ainda está a investigar as consequências da aquisição no setor de jogos em nuvem, mas desde os acordos feitos entre a Microsoft e a Nvidia ( GeForce Now ), Ubitus e Boosteroid, acordos relacionados não apenas ao Call of Duty, mas também a todos os jogos originais da Microsoft, a probabilidade de validação agora é alta.

Neste contexto, e ainda que a FTC parece ser o último regulador a opor-se frontalmente à aquisição, os investidores estão a recuperar a confiança, e a prova disso é que as ações da Activision-Blizzard deram um salto desde o anúncio da CMA e atualmente atingem um pico de mais de 84 dólares por ação, ou seja, um crescimento de 6,57% em apenas 5 dias. Teremos de recuar quase 2 anos para encontrar um preço tão alto.

Activision-Blizzard cada vez mais próximo de se tornar parte da Microsoft

O Citi Bank chegou a elevar o seu preço-alvo para 91 dólares, enquanto outros analistas estimam que nos aproximaremos de 100 dólares por ação. Em suma, os investidores agora parecem acreditar nisso de todo o coração.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.