Reino Unido descarta a Huawei das suas redes 5G

Reino Unido descarta a Huawei das suas redes 5G

24 Maio, 2020 0 Por Joel Pinto

No inicio deste ano de 2020, o Reino Unido decidiu que a Huawei seria um parceiro no que se refere à escolha para projectar, e implantar, a sua infraestrutura de rede 5G. Mas essa parceria terá vida curta: segundo os funcionários do governo local, este último gostaria que em 2023 não houvesse mais vestígios da fabricante Chinesa, ou equipamentos da empresa na sua nova rede. A decisão terá vindo directamente de Boris Johnson, que já suspeitava da empresa no início do projecto e cuja preocupação foi exacerbada pela crise do coronavírus que está a afectar fortemente o mundo.

E mesmo que essa ideia certamente seja muito agradável para o governo dos Estados Unidos, o governo Trump insiste na possibilidade de que a empresa seja apenas uma fachada para permitir que a China consolide a sua rede de vigilância, o seu estabelecimento não será somente uma pequena questão: o custo da instalação seria de cerca de 500 milhões de libras, e a quebra do contrato poderia custar muito mais.

5G condições climáticas

Huawei deverá ficar de fora da implementação do 5G no Reino Unido

Victor Zhang, da Huawei, disse que não entendeu essas informações, afirmando mesmo que as mesmas "não fazem sentido". Ele acrescentou que o país escolheu a Huawei para ter acesso às "melhores tecnologias possíveis, mais opções, inovação e fornecedores".

Como deve imaginar, a informação que está a ser avançada pelo pessoal do Engaget ainda carece de confirmação. Mas seja ou não verdadeira, a Huawei claramente não pode esperar desempenhar um papel importante nas principais implementações ocidentais do 5G.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.