Redmi conseguiu colocar um sensor de impressão digital no ecrã LCD

Redmi conseguiu colocar um sensor de impressão digital no ecrã LCD

9 Março, 2020 0 Por Joel Pinto

É algo que muitas fabricantes estão a trabalhar há meses. Por exemplo, a Huawei já está a tentar implementar num sensor de impressão digital desse género, para ecrãs LCD há mais de 6 meses, e em breve deverá revelar o mesmo. No entanto, a Redmi, uma subsidiária da Xiaomi, já o consegui implementar esse sensor, e mostrar o mesmo.

Redmi já tem um Sensor de impressão digital num ecrã LCD

A informação foi revelada por Lu Weibing, o CEO da empresa, que publicou o vídeo que podemos ver abaixo, onde é mostrado um registo de impressão digital, e uso do mesmo, num ecrã LCD.
Apesar dessa tecnologia já ser amplamente utilizada em ecrãs AMOLED, a principal dificuldade na implementação de um scanner de impressão digital ecrãs LCD é que eles têm uma espessura maior que a dos displays OLED, e a camada dedicada à luz de fundo bloqueia a passagem da luz. Basicamente, os sensores deste tipo são câmaras que fotografam a impressão digital do utilizador e a comparam com aquela que é registada na sua base de dados interna.

Também existem outros scanners mais evoluídos, por exemplo os ultrassônicos, mas esses são significativamente mais caros, e como tal difíceis de usar em dispositivos LCD, que na maioria das vezes são usados em equipamentos mais baratos, logo o seu uso não faz sentido, pois iria fazer aumentar muito o seu preço.
É por esse motivo que os sensores de impressão digitais “tradicional” foram mantidos nos smartphones com ecrãs LCD, que geralmente estão posicionados na parte traseira, ou na lateral do dispositivo.

Agora parece que a Redmi conseguiu resolver o problema usando um filme que melhora significativamente a transmissão da luz infravermelha. De momento não há detalhes precisos sobre quando esperar a estreia dessa tecnologia num dispositivo real.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.