Acusada de fazer publicidade enganosa: Samsung terá de pagar multa milionária

Acusada de fazer publicidade enganosa: Samsung terá de pagar multa milionária

24 Junho, 2022 0 Por Joel Pinto

A Samsung Austrália foi condenada pelo tribunal federal a pagar uma multa de 14 milhões de dólares. A informação vem directamente da ACCC (Australian Competition and Consumer Commission) através de um comunicado de imprensa no site oficial.

Nesse comunicado pode-se ler que o principal promotor da acção movida contra a empresa Sul Coreana, ganhou em tribunal. Alem disso, a Samsung também está a enfrentar outro processo, directamente relacionado com a resistência à água.

A ACCC acusou a Samsung Austrália de ter enganado deliberadamente os consumidores, através de campanhas publicitárias utilizadas entre Março de 2016 e Outubro de 2018, publicadas em várias redes sociais, como Facebook, Twitter e Instagram, bem como no site oficial do fabricante e em diversas lojas físicas.

Esses anúncios indicavam alguns dispositivos da marca como adequados para serem imersos na piscina e no mar, em particular os Samsung Galaxy S7, S7 Edge, A5 (2017), A7 (2017), S8 , S8 Plus e Note 8.

A Samsung Austrália admitiu que, se os telefones Galaxy em questão fossem submersos na água, haveria possibilidades reais de danos, principalmente na porta de carregamento, que poderia corroer e deixar de funcionar se o telefone fosse carregado com essa entrada molhada.

Samsung

Samsung multada em 14 milhões de dólares

Além disso, parece que a Samsung Electronics estava ciente do problema antes do lançamento dos smartphones em questão e teria tentado mitigar os efeitos da corrosão do componente após a exposição à água; apesar disso, a divisão australiana continuou a promover a utilização dos referidos dispositivos em piscinas e no mar, por isso consciente de fornecer aos consumidores informações enganosas e parcialmente incorrectas.

O órgão, portanto, insta os consumidores australianos que tiveram problemas desse tipo a entrar em contacto com a Samsung Austrália, e também emite um alerta geral às empresas que operam no país, afirmando que:

“Esta sanção é um forte lembrete às empresas de que todas as reivindicações sobre os produtos devem ser motivado. A ACCC continuará a tomar medidas de execução contra empresas que enganam os consumidores com alegações sobre a natureza ou os benefícios dos seus produtos”.

Se tiver interesse, pode assistir às campanhas em questão, aqui.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.