PUBG: Krafton processa Apple e Google por causa dos clones do seu jogo

PUBG: Krafton processa Apple e Google por causa dos clones do seu jogo

14 Janeiro, 2022 0 Por Joel Pinto

O estúdio por trás do jogo PUBG, a Krafton, abriu um processo nos Estados Unidos, contra a Google e contra a Apple, por causa dos clones do seu jogo nas suas lojas de aplicações... principalmente o jogo da Garena Online, o Free Fire.

Segundo está a ser revelado pela Reuters, a Krafton acusa a Garena de plágio contra o PUBG: Battlegrounds. Isso teria acontecido com o lançamento dos jogos da série Free Fire, que se inspiram fortemente no battle royale de Krafton, incluindo a mecânica do jogo, a aparência de alguns objectos, algumas áreas e muito mais. Segundo é indiciado, a Garena teria facturado mais de 100 milhões de dólares nos primeiros 3 meses de 2021, somente no mercado norte-americano, tudo por explorar a propriedade intelectual que não está em sua posse.

Mas se está a perguntar: O que é que a Google e a Apple têm haver com isso? A Krafton acusa esses dois gigantes de não terem impedido que isso acontecesse, já que os jogos da série Free Fire estão disponíveis tanto na Play Store como na App Store, tornando-se assim, de certa forma, cúmplices dessa prática.

A desenvolvedora de PUBG então pediu em Dezembro passado que ambas as lojas removessem os jogos do Garena Online, mas isso não aconteceu. O caso já chegou a um tribunal de Los Angeles e a Krafton exige - além da retirada dos jogos de clones - que também seja ressarcido da grande parte dos lucros gerados pelo Free Fire durante esse período.

Krafton

Krafton acusa a Google e a Apple de serem cúmplices da Garena

E esta não é a primeira vez que a Krafton toma esta tipo de atitude, já que no passado eles também tentaram levar a Epic Games ao tribunal acusado de copiar o PUBG com o seu Fortnite.

A verdade é que o PUBG tornou famosa a fórmula do battle royale, que foi copiada por muitos títulos ao longo dos últimos anos, e muitos deles tiveram um sucesso ainda maior do que aquele que obteve o jogo original. Nos últimos dias, o PUBG para consolas e PC tornou-se num jogo free-to-play, com a esperança de recuperar a maioria dos utilizadores que foram absorvidos pela competição.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta selecionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.