Problemas na Nintendo Switch levam CEO da Nintendo a fazer pedido de desculpas

Problemas na Nintendo Switch levam CEO da Nintendo a fazer pedido de desculpas

30 Junho, 2020 0 Por Joel Pinto

A Nintendo finalmente veio oficialmente a publico, pedir desculpas pelo problema recorrente do Joy-Con Drift, que afecta a Nintendo Switch. O CEO, Shuntaro Furukawa, reconheceu os erros dos seus negócios e diz que a Nintendo continua a melhorar o seu hardware e procuram por uma solução. No entanto, devido a procedimentos legais em andamento nos Estados Unidos, o chefe não deu qualquer detalhe sobre as várias acções tomadas para resolver o problema de uma vez por todas.

Enquanto a Nintendo está ocupada a festejar após os 13,4 milhões de cópias vendidas para Animal Crossing, centenas de jogadores em todo o mundo ainda sofrem com o famoso Joy-Con Drift. Como lembrete, esse problema que afecta o Joy-Con (os joysticks do Switch) faz com que um sinal espúrio aleatório seja enviado aos joysticks. Resultado, o seu personagem avança sozinho, sem que toque no comando. Em alguns casos, é até impossível controlar os seus movimentos com precisão.

Joy-Con Drift

CEO da Nintendo pede desculpas por causa do Joy-Con Drift

Diante do crescente número de reclamações, há quem exija que a Nintendo reparasse os comandos gratuitamente. Em Janeiro de 2020, a Nintendo ofereceu-se para reparar, ou substituir o Joy-Con, com defeito gratuitamente. Após vários meses sem uma solução real, o presidente da empresa japonesa Shuntaro Furakawa pediu desculpas oficialmente aos jogadores durante uma sessão de perguntas e respostas ao pessoal do site da VGC.

"Pedimos desculpas por qualquer inconveniente causado aos nossos clientes em relação aos controladores Joy-Con". Ele continua: "Continuamos a melhorar os nossos produtos, mas actualmente o Joy-Con Drift é objecto de uma acção de classe nos Estados Unidos e essa é uma questão em aberto, portanto não podemos comentar sobre as acções específicas que poderíamos tomar”, explica ele .

De facto, devido ao sigilo das instruções, o CEO não pode fornecer detalhes sobre as possíveis faixas previstas pela Nintendo para resolver o problema. Paralelamente às preocupações relacionadas ao Joy-Con Drift, a Nintendo recentemente entrou em guerra contra os piratas que modificam a Switch através de um chip. A empresa japonesa colocou o gerente de uma empresa especializada em reparações de computadores, em tribunal, para que este deixe  imediatamente a sua actividade de instalar chips na Nintendo Switch.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.