Oh não! PornHub desaparece misteriosamente do Instagram

Oh não! PornHub desaparece misteriosamente do Instagram

10 Setembro, 2022 0 Por Joel Pinto

Na rede social Instagram (de propriedade do grupo Meta), a conta oficial do Pornhub já acumula mais de 13 milhões de assinantes, e a publicação de mais de 6200 conteúdos. Uma conta com autenticidade confirmada que obteve o famoso selo azul Verificado e, portanto, em conformidade com os Termos de Serviço e Padrões da Comunidade.

No entanto, o Pornhub atualmente deve prescindir dessa presença online e, obviamente, não partilhará vídeos e imagens pornográficas que são proibidas no Instagram. A conta do Instagram do site de pornografia foi anteriormente atingida por uma remoção, em junho de 2021, mas durou apenas algumas horas e foi por causa de erro.

Desta vez, o seu desaparecimento já dura há vários dias, sem saber se pretende ter caráter de banimento definitivo. Ao pessoal do site Motherboard, um porta-voz do Pornhub sugeriu uma desativação temporária, “como já aconteceu inúmeras vezes no passado” e enquanto “não há violação dos Termos de Serviço do Instagram”.

Laila Mickelwait está na origem do movimento Traffickinghub que luta pelo encerramento do site Pornhub, mas nega atacar a indústria da pornografia legal. O site, e os seus líderes são particularmente destacados por terem permitido a exploração de mulheres, e de menores.

No Twitter e com capturas de ecrã, Laila Mickelwait relata que a conta do Pornhub foi removida do Instagram por violação das Diretrizes da Comunidade.

Pornhub

Pornhub já está em turbulência

No passado mês de Agosto, a Mastercard, e a Visa, anunciaram que estavam a suspender as suas relações com a TrafficJunky, que é a filial de publicidade do site Pornhub. No final de 2020, esses grupos de pagamento suspenderam o uso dos seus serviços no Pornhub. Isso seguiu-se a acusações do New York Times, de denunciar a presença no site, de pornografia infantil e conteúdo de estupro.

De forma mais geral, a pressão sobre sites como esse, por uma manifesta falta de esforço para proibir o acesso de menores, está aumentar em diversos países.

FONTE

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook e do Instagram? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.