PlayStation 6? Nem vale a pena pensar nisso

PlayStation 6? Nem vale a pena pensar nisso

24 Novembro, 2022 0 Por Joel Pinto

Dois anos após o seu lançamento comercial e a PlayStation 5 continua muito difícil de encontrar, apesar do reabastecimento mais frequente. De um modo geral, o início desta nova geração de consolas está a lutar, em grande parte prejudicado pela escassez de componentes e pela inflação galopante.

Neste contexto, poderíamos supor que a atual geração de consolas ficaria nas prateleiras durante um longe período de tempo, o suficiente para dar algum tempo aos estúdios para que eles possam nos oferecer jogos verdadeiramente next gen, já que de momento ainda são poucos os jogos que são feitos exclusivamente para as consolas de nova geração.

E essa suposição de facto não está errada, é que segundo acabamos de saber, como parte da espinhosa aquisição da Activision-Blizzard pela Microsoft, a empresa de Redmond teria proposto uma extensão da duração da disponibilidade de Call of Duty nas consolas PlayStation, uma proposta que realmente não convenceu os líderes da Sony, que afirmam num documento que a Xbox “se ofereceu para continuar a disponibilizar os jogos da Activision na PlayStation apenas até 2027”, o que é mais provável até o último ano de comercialização das consolas PlayStation 5 e Xbox Series.

E para quem ainda não entendeu que a PlayStation 6 tem boas hipóteses de ficar disponível em 2028, a Sony deixa claro:

“Quando a consola PlayStation de próxima geração for lançado (o que acontecerá por volta de [a data está riscada no documento fornecido aos reguladores antitruste]), a SIE terá perdido o acesso ao Call of Duty e outros títulos da Activision, tornando-o extremamente vulnerável às oscilações do consumidor e à consequente deterioração de sua competitividade”.

PlayStation 6

Sony poderá estar a pensar numa PlayStation 6 para 2028

Sabendo que a PlayStation 5 foi lançado no mercado a 19 de novembro de 2020, a Sony consideraria, portanto, uma vida operacional de 7 anos para esta consola, que está nas unhas das últimas gerações. Por fim, observe que o acordo sobre o qual a Sony está a falar aqui não tem nada a ver com a mão estendida da Microsoft, que em 11 de novembro ofereceu à Sony para disponibilizar Call of Duty na PlayStation por mais 10 anos.

A verdade é que a PS5 continua muito difícil de encontrar, e a velocidade cruzeiro da sua produção provavelmente só chegará em 2023, e isso deverá forçar a Sony a adiar a sua intenção de lançar uma PlayStation 6 durante mais 2 ou 3 anos alem daquilo que estava inicialmente previsto.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.