Serviço pirata de IPTV condenado a pagar 7 milhões a operadora

Serviço pirata de IPTV condenado a pagar 7 milhões a operadora

12 Outubro, 2021 Não Por Joel Pinto

Ligeiramente adormecido durante o verão, os serviços pirata de IPTV voltaram a atacar em força. A verdade é que com estes serviço, por valores quase insignificantes, os utilizadores têm acesso a conteúdo que normalmente precisariam e pagar mais de uma centena de euros. No entanto, esses serviços são ilegais, e lesam operadoras em todo o mundo, em milhões de euros por ano.

É o caso da Universe IPTV, que está em julgamento contra a operadora Dish Network há mais de um ano. Isso remonta a Agosto de 2020, quando a Dish Network processou os fundadores da Universe IPTV por supostamente distribuir conteúdo protegido por direitos de autor, só que a situação promete ser mais complicada do que era esperado.

Num ano, apenas três dos cinco fundadores foram rastreados com vários graus de sucesso, os outros dois ainda estão fora do radar da justiça americana. Além disso, essas três pessoas não puderam ser localizadas com precisão, e três endereços foram encontrados na Alemanha, Emirados Árabes Unidos e Egipto. O problema é que não há nada que indique se os acusados ​​ainda moram nessas moradas, se são obsoletas ou mesmo se pertencem às pessoas certas.

No passado mês de Agosto, a revisão do julgamento finalmente ocorreu, enquanto ainda não havia certeza se os réus poderiam ser contactados. No entanto, eles foram obrigados a pagar indemnização, e juros, à Dish Network no valor de 7 milhões de dólares. Além disso, foi reconhecido que os fundadores estavam cientes de que a sua actividade era ilegal, tendo em vista os muitos meios implementados para apagar os seus vestígios.

IPTV

Donos do Universe IPTV obrigados a pagar 7 milhões mas ninguém os consegue contactar

Na verdade, o Universe IPTV continua a funcionar, apesar das numerosas cartas de cessação enviadas às alegadas casas dos autores. Isso é possível graças à mudança regular do domínio do serviço em questão.

Concretamente, todos os especialistas concordam em dizer que será muito complicado rastrear os cinco fundadores da Universe IPTV e ainda mais fazê-los pagar o que lhes é devido. Num momento em que essas práticas ilegais estão a aumentar, e quando as estruturas legislativas globais estão a lutar para emergir, pode-se questionar a eficácia dos meios implementados para identificar os culpados dessas fraudes, e quem precisará de ser definido num futuro próximo.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.