PayPal desiste da ideia de comprar o Pinterest

PayPal desiste da ideia de comprar o Pinterest

25 Outubro, 2021 0 Por Joel Pinto

Há alguns dias anunciamos aqui a intenção do Paypal em comprar a famosa rede social Pinterest. Agora, novas informações, que estão a ser avançadas pelo Bloomberg, dão conta de que a empresa abortou o negócio, pelo menos por enquanto.

“Em resposta aos rumores do mercado sobre uma potencial aquisição do Pinterest pelo PayPal, o PayPal disse que não estava a tentar adquirir o Pinterest de momento” ,reagiu a plataforma de pagamento online. Observe a menção “por enquanto”, que é muito importante aqui.

A operação pareceu surpreendente à primeira vista, dado que as actividades bancárias e comerciais do PayPal estão muito distantes de uma rede social como o Pinterest. No entanto, a rede social tem um ponto de apoio no negócio com compras sociais para fazer compras directamente na aplicação.

paypal

Paypal não vai comprar o Pinterest… pelo menos para já

O Pinterest foi criado em 2009 e tem como foco a dimensão criativa dos seus utilizadores. A plataforma atingiu uma facturação de 1,69 biliões de dólares em 2020, um aumento de 48%, e tinha, ao final de Junho de 2021, 454 milhões de utilizadores activos mensalmente. Mas, quando da publicação de seus resultados do segundo trimestre, em Julho, o mercado considerou decepcionante o crescimento no número de utilizadores. Os analistas temiam que o Pinterest não conseguisse manter o ímpeto dado pela pandemia Covid-19, que aumentou a sua participação. No final de Julho, o site relatou uma redução de 7% de seus utilizadores nos Estados Unidos num ano.

Por sua vez, o PayPal aproveitou a explosão do comércio online durante a pandemia para crescer e fazer várias aquisições.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.