Novos emojis só chegarão aos dispositivos em 2022

Novos emojis só chegarão aos dispositivos em 2022

10 Abril, 2020 0 Por Joel Pinto

Tudo, ou quase tudo, está a ser adiado ou anulado, e nem os emojis escapam a essa tendência. Isso acontece porque o Unicode Consortium, o grupo responsável pelo lançamento dos novos emojis revelou que devido ao problemas em torno do Covid-19, adiou os trabalhos de 2020, para 2021, o que significa que novos emojis só chegarão aos dispositivos em 2022.

Novos emojis só em 2022

A boa noticias, é que os emojis que foram anunciados no inicio deste ano (que pode ver na imagem abaixo), serão disponibilizados no Outono, ou seja, já no terceiro trimestre deste ano. O Unicode afirma que este atraso está realmente associado à pandemia, que naturalmente também afecta os seus voluntários que actualmente estão sobrecarregados.

“Nas circunstâncias actuais, ouvimos dizer que os nossos colaboradores têm muito a oferecer no momento, e decidimos que era do melhor interesse de nossos voluntários, e das organizações, que dependem do padrão para adiar a nossa data de lançamento”, disse Mark Davis, presidente do consórcio, numa publicação no blog do grupo. “Este ano, simplesmente não podemos comprometer-nos com o mesmo cronograma que cumprimos no passado.”

Emoji 13.0 Novos emojis

Isso significa que o prazo para o envio de novos emoji também é adiado. As pessoas podem enviar as suas ideias de 15 de Junho a 1 de Setembro. Mais uma vez, porém, eles não aparecerão nos dispositivos antes de 2022.

O grupo diz que está a tentar determinar se poderia disponibilizar alguns emojis mais cedo do que isso, se eles fossem “sequenciados” ou emoji criados a partir de uma combinação de dois emojis, e por isso não exigindo a codificação de novos caracteres. Embora seja triste saber que vamos “atrasar” um ano com os novos emojis, é compreensível que isso aconteça.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.