Netflix prevê escassez de séries nos próximos meses

Netflix prevê escassez de séries nos próximos meses

24 Março, 2020 0 Por Joel Pinto

Não é nada que já não tivesse pensado, já que a produção de séries, e filmes, por parte das produtoras foram recentemente suspensas por causa da pandemia do Coronavírus. No entanto, na Netflix, todos as suas séries originais foram suspensas, e isso irá ter algum impacto no seu cronograma de lançamentos.

Netflix poderá sofrer com falta de novo conteúdo

Em entrevista à CNN, Ted Sarandos, gerente de programas da Netflix abordou esse tema com muita clareza:

“Houve uma grande interrupção. Todas as nossas produções em todo o mundo estão paradas. Eu acho que é sem precedentes na história”

Ele afirma ainda que o cronograma de lançamentos não deve ser afectado durante as próximas semanas, mas é provável que a situação seja completamente diferente, e se complique, dentro de alguns meses, e mais particularmente, junto ao final do ano:

“Estamos a trabalhar à frente. Você sabe, entregamos todas as nossas séries com todos os episódios ao mesmo tempo”, afirma o executivo. “Ainda é cedo. Portanto, não vemos nenhuma interrupção na nossa produção nos próximos meses. Você sabe, talvez no final do ano, se isso progredir durante muito mais tempo, começará a sentir um distúrbio porque a produção física não está em andamento”

Por outras palavras, a programação da Netflix pode ser bastante leve no segundo semestre, com poucos filmes e novas séries. A situação deve ser semelhante em outras plataformas deste género, como a HBO, ou a Amazon Prime Video.

Ted Sarandos

No entanto, consigo ler algo um pouco diferente nas palavras de Sarandos, que afirma, e bem, que todos os episódios de uma série são disponibilizados de uma só vez. E será que a empresa não vai, nem que seja temporariamente, disponibilizar de forma faseada os episódios das séries que ainda estão para chegar? É que tal como está a empresa arrisca-se a perder muitos clientes por falta de novo conteúdo original, que é "arma mais forte" da empresa.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.