Microsoft investigada pela Autoridade Europeia para a Proteção de Dados

Microsoft investigada pela Autoridade Europeia para a Proteção de Dados

9 Abril, 2019 0 Por Joel Pinto

A Microsoft está novamente na mira da Europa. A Autoridade Europeia para a Proteção de Dados (EDPS) anunciou que iniciou uma investigação para garantir que o software da Microsoft está em conformidade com as novas regras de privacidade na União Europeia.

A AEPD está preocupada com o facto de as instituições da UE que utilizam o pacote Office possam estar expostas a "maiores riscos para os direitos e liberdades individuais",segundo foi divulgado numa declaração.

Em novembro, o governo holandês expressou a sua preocupação com um relatório sobre uma suposta recolha de dados secreta através desse pacote de software que inclui o Word e o Outlook, e abordei este tema aqui. "Todas as instituições europeias que utilizam as aplicações da Microsoft discutidos neste relatório provavelmente enfrentarão problemas semelhantes aos enfrentados pelas autoridades públicas nacionais" , observa a AEPD.

O inquérito examinará se os acordos contratuais entre a Microsoft e as instituições da União Europeia relativos ao tratamento de dados pessoais são "totalmente conformes" com o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) que entrou em vigor no ano passado.

Não está claro  quanto tempo durará a investigação, e quais serão as potenciais consequências em caso de não conformidade. Certo é que mais uma vez a Microsoft esta na mira nas entidades competentes.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook e do Instagram? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.