Microsoft implanta drivers desactualizados através do Windows Update

Microsoft implanta drivers desactualizados através do Windows Update

30 Setembro, 2020 0 Por Joel Pinto

Quando falamos em actualizações do Windows 10, a grande maioria das vezes estamos a falar de dores de cabeça, já que raras são as que não criam algum tipo de problema, para algum grupo de utilizadores em especifico. No entanto, agora algo realmente mais estranho aconteceu, e que não dará a melhor das imagens do Windows Update, do Windows 10.

Enquanto a marca procura a melhor forma de melhorar a imagem das actualizações do Windows 10, que chega aos utilizadores através da sua plataforma Windows Update, a marca iniciou o processo de distribuição de drivers completamente obsoletos. Alguns utilizadores relatam ter recebido recentemente actualizações opcionais de drivers, mesmo sem autorizá-las ... Nada sério em si, excepto que os drivers em questão estão completamente desactualizados.

Menu iniciar Windows 10 falhas testes drivers

Windows Update do Windows 10 disponibiliza drivers obsoletos

Alguns desses drivers distribuídos dessa forma revelam uma publicação de 1968 ... Isso é explicado de forma bastante simples: a Microsoft voluntariamente retrocede certos drivers obsoletos para evitar que sejam instalados automaticamente nas máquinas dos utilizadores quando um driver mais recente é oferecido por um fabricante terceirizado. Esse é especialmente o caso de drivers de processador, cujas versões publicadas pelos fundadores têm precedência sobre as versões da Microsoft. Os drivers que são mostrados com uma data de publicação fixada em 1968, portanto, não são realmente drivers dessa época, mas drivers considerados obsoletos, ou não prioritários pela Microsoft.

No entanto, a instalação desses drivers pode causar alguns problemas de estabilidade, ou fazer com que alguns periféricos deixem de funcionar. E como é óbvio, não recomendamos que não os instale.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.