Microsoft encerra a sua secção dedicada ao metaverso

Microsoft encerra a sua secção dedicada ao metaverso

11 Fevereiro, 2023 0 Por Joel Pinto

O momento parece ser realmente bastante complicado para as empresas de tecnologia. O estado atual da economia está a levar as empresas a implementar processos de racionalização de custos. A última a avançar nessa direção é a Microsoft, que decidiu seguir o exemplo da Meta e fechar a divisão que até então vinha a desenvolver o trabalho dedicado ao metaverso.

A Microsoft decidiu fechar o Industrial Metaverse Core, a divisão interna dedicada à realidade virtual e aumentada que foi criada há apenas quatro meses. Uma decisão que envolve a perda de postos de trabalho de cerca de 100 colaboradores que, até agora, tinham realizado os projetos.

O Industrial Metaverse Core, em particular, foi responsável pela construção de interfaces para sistemas de controlo operacional em usinas de energia e robótica e redes de transporte. A decisão tomada a esse respeito segue a tomada recentemente pela Meta e confirma que muito se fala em metaverso, na realidade no momento há pouco concreto e, acima de tudo, capaz de trazer receitas significativas para o orçamento da empresa.

A decisão da Microsoft de encerrar a equipa do metaverso é bastante contraditória, tendo em conta o modo como a empresa demonstrou algum entusiasmo inicial por esta área específica, depois de realizar um trabalho dedicado à realidade misturada durante anos, com o seu dispositivo HoloLens. Interesse confirmado por Satya Nadella, CEO da Microsoft, que indicou a tempo as vantagens do metaverso. Tudo isto, porém, não foi suficiente face a uma conjuntura económica iminente que parece complicada de gerir sem cortar ramos mortos ou, pelo menos, pouco rentáveis... que é o caso do Industrial Metaverse Core.

A decisão em questão chega num momento bastante particular para a empresa. De fato, nas últimas semanas, ela deu o que falar na comunicação social sobretudo pelo estreitamento das relações com a OpenAI, ou a empresa que ganhou grande fama pelo lançamento do ChatGPT, o chatbot baseado na utilização de inteligência artificial.

Microsoft "desliga-se" do metaverso

Com o fim da experiência do Núcleo do Metaverso Industrial, mais uma centena de trabalhadores vê-se obrigado a procurar um novo emprego, numa altura em que o mercado de trabalho apresenta algumas dificuldades em absorver esta força de trabalho.

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook, no, Threads, do Instagram, do BlueSky e do X? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

Joel Pinto

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.