Microsoft corrige bug com 5 anos que afeta o desempenho do Firefox

Microsoft corrige bug com 5 anos que afeta o desempenho do Firefox

10 Abril, 2023 0 Por Joel Pinto

Depois de 5 anos de espera, a Microsoft finalmente corrigiu um bug que afeta diretamente o Firefox nos dispositivos com o sistema operativo Windows. Esse bug está diretamente relacionado ao Windows Defender e causa alto consumo de CPU quando o navegador da Mozilla está em execução.

A verdade é que este bug que existe desde maio de 2018 não afeta somente os dispositivos com o Windows 10, uma vez que a versão mais recente do seu sistema operativo, o Windows 11, também é afetado pelo mesmo.

O problema surgiu quando o Firefox estava em execução, levando o Windows Defenders Antimalware Service Executable (Msmpeng.exe) a agir, causando um aumento significativo na utilização do CPU. Os utilizadores relataram que os seus PCs ficavam lentos ao usar esse navegador, e o problema estava limitado ao Firefox, pois não afetava outros navegadores como o Chrome e o Edge.

As investigações revelaram que a proteção em tempo real do Windows Defender era a causa raiz deste bug, invocando o VirtualProtect várias vezes. Os engenheiros da Mozilla trabalharam com a equipa da Microsoft para resolver o problema, concluindo que as chamadas para o VirtualProtect eram anormalmente altas, levando ao problema de desempenho. Desativar o JIT em about:config mitigou o problema, mas não resolveu completamente o problema de uso da CPU.

A Microsoft corrigiu o bug lançando uma versão beta do mecanismo do Defender (1.1.20200.2), que foi testada e posteriormente enviado para o canal estável das definições do antivírus. Um gráfico de comparação partilhado pelo engenheiro da Mozilla, Yannis Juglaret, mostra uma redução de quase 75% no uso da CPU como resultado dessa correção.

Firefox

Bug do Windows Defender que afeta o Firefox já está resolvido

O bug foi corrigido na atualização de março de 2023, que foi lançada no passado dia 4 de abril, que aumenta o número da versão da aplicação para 4.18.2302.x e atualiza o mecanismo para a versão 1.1.20200.4. A correção também está a ser implantada para os utilizadores do Windows 7 e 8.1, mesmo que eles não tenham sido afetados por este problema.

Para verificar se possui a versão mais recente do DLL, vá para C:\ProgramData\Microsoft\Windows Defender\Definition Updates, abra a pasta com um nome alfanumérico longo, clique com o botão direito do mouse em mpengine.dll, selecione Propriedades, mude para a Aba Detalhes e verifique a versão do produto, que deve ser 1.1.20200.4. Embora esse patch se aplique apenas ao Windows Defender, alguns utilizadores relataram problemas semelhantes com outros programas antivírus, como o Norton Antivirus.

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.