Microsoft disposta a disponibilizar o Call of Duty no PlayStation Plus

Microsoft disposta a disponibilizar o Call of Duty no PlayStation Plus

13 Dezembro, 2022 0 Por Joel Pinto

A Microsoft está atualmente a tentar avançar com a aquisição da Activision Blizzard. Na UE e na Grã-Bretanha, o acordo está a ser analisado com mais profundidade, e a FTC já mandou o processar para tribunal com o intuito de bloquear a aquisição.

Para evitar mais ceticismo, a Microsoft até negociou um acordo com a Nintendo que garante a portabilidade da série de jogos “Call of Duty” durante 10 anos para as consolas da empresa Japonesa. A Sony já recebeu um acordo semelhante, mas o rival continua a ser um entrave confesso dessa aquisição. Por esse motivo, agora diz-se que a Microsoft deu um passo em frente para desbloquear a situação.

Segundo está a ser revelado pelo Bloomberg, a Microsoft ofereceu-se para disponibilizar o “Call of Duty” com novos títulos para os assinantes do PlayStation Plus. No entanto, Bloomberg deixa em aberto o que exatamente isso significa. Isso pode significar que a Sony pode oferecer os jogos aos assinantes do PlayStation Plus Extra sem qualquer custo adicional, imediatamente ou diretamente após o lançamento. Mas também é concebível que a Sony obtenha o direito de integrar os jogos aos títulos essenciais mensais depois de algum tempo.

A Microsoft provavelmente está a tentar tirar a preocupação da Sony de que “Call of Duty” acabe no Game Pass e que isso faça com que os jogadores não queiram pagar o preço total pelos títulos nas consolas PlayStation. Se ambas as empresas pudessem incluir os shooters nas suas respetivas taxas fixas, haveria um empate novamente. Não se sabe se a Sony ficou impressionada, ou não, com esta oferta.

Combat Pack Warzone Warzone temporada 5 jogos privados Call of Duty

Call of Duty no PlayStation Plus?

Até agora, a Sony argumentou que, sem a franquia Call of Duty, a marca PlayStation simplesmente não conseguiria acompanhar. É lógico que a empresa está a exagerar muito, mas tem um pensamento verdadeiro: também acho provável que a Microsoft tente manter os jogos exclusivamente nas consolas Xbox e no PC, pelo menos a longo prazo. Phil Spencer, chefe da divisão de jogos da Microsoft, criticou duramente a estratégia da Sony. A PlayStation quer crescer tentando manter a Xbox pequena. A concorrência leal parece diferente.

No final das contas, toda a gente está a tentar secar os pés, e não importa se é Sony ou Microsoft: o foco não está no bem-estar propagado dos jogadores, mas no resultado final.

FONTE

Joel Pinto
 | Website

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este foi o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.