Mercado de jogos para smartphones continua a ser o mais apetecível

Mercado de jogos para smartphones continua a ser o mais apetecível

25 Junho, 2019 0 Por Joel Pinto

A empresa de pesquisa de mercado Newzoo publicou o seu relatório anual "Global Games" as tendências de 2019 no mundo dos vídeo jogos. Ficamos a saber que, pela primeira vez desde 2015, os Estados Unidos passam a China, e tornam-se o primeiro mercado global de video jogos, o que é explicado pelo aumento dos jogos de consola e pelo forte impacto do Fortnite naquela região.

No mercado norte-americano, o facturamento chegou aos 36,9 biliões de dólares, quando na china, esse valor chegou aos 36,5 biliões. Tom Wijman, analista da Newzoo, explica as razões: "É uma combinação de dois fatores: a chegada de novos utilizadores de consolas e, em geral, o enorme crescimento dos gastos com as consolas".

Adicionado a isso é a influência do Fortnite nos Estados Unidos. Quanto ao ligeiro declínio no mercado chinês, isso seria devido ao congelamento de vários meses da distribuição de licenças que foi decretada em 2018, de março a dezembro. Mas isso seria apenas cíclico.

Entre as outras lições deste estudo, aprendemos que os jogos retro ainda estão em voga. O CEO da Newzoo, Peter Warman, diz que " passou muito tempo, mas eles estão de volta ".

No total, o mercado de jogos representa uma quantia colossal, com 152,1 biliões de unidades geradas em 2019 (+ 9,6%). Peter Warman explica que hoje assistimos à "convergência completa de diferentes formas de entretenimento digital", tornando os video jogos cada vez mais dispositivos de conectividade.

É nessa perspectiva que o Facebook lançou os seus próprios jogos via WhatsApp e Messenger. A tendência é similar na China, com um novo jogo Batlle Royale lançado na nova plataforma de jogos do Snap.

Hoje, os jogos para smartphones e tablets geram receitas em torno dos 68,5 biliões.

Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos.